Sistema de Lupa activo | Voltar vista normal
Cabo Verde 
OCEANOGRAFIA

Investigadores de Cabo Verde e da Alemanha trocam experiÍncias

Os investigadores dos navios Islândia, de Cabo Verde, e Maria S. Merian, da Alemanha, reuniram na baía do Porto Grande, para trocar experiências, anuncia o Asemanaonline, em Mindelo.

O encontro aconteceu no âmbito de mais uma campanha oceanográfica realizada por estes dois navios, nas águas de Cabo Verde.

A investigação é da responsabilidade do Instituto Nacional de Desenvolvimento das Pescas (INDP) e do IFM – Geomar da Alemanha, e centra-se na recolha regular e sistemática de informação oceanográfica pelo navio Islândia e por navios de investigação alemães.

“Os cruzeiros com o navio Islândia, a uma estação situada a 60 milhas a nordeste de São Vicente, são a base para a recolha de informações sobre o estado químico, biológico e físico do oceano”, indica o presidente do INDP, Óscar Melício.

Esta estação do ano é ideal para observações no oceano e na atmosfera, uma vez que esta zona é influenciada pela poeira do Sahara e numa área oceânica, biologicamente produtiva entre Cabo Verde e Mauritânia.

“Graças a este observatório, o número de escalas de navios de investigação internacional em Mindelo tem aumentado significativamente nos últimos anos, devido a interesse crescente por parte de grupos de pesquisa oceanográfica nesta área do Atlântico e devido também às capacidades existentes para melhorar o apoio logístico”, diz Óscar Melício.

Refira-se que a colaboração entre instituições de investigação cabo-verdianas e alemãs data de há vários anos e dela resulta o Observatório Oceanográfico para monitorizar mudanças climáticas. Quanto à campanha oceanográfica que começa hoje, esta prolonga-se até 21 de Julho e estende-se em direcção ao Atlântico equatorial.

FONTE: ANGOP