Início > Artigo > Circum-navegação prova que a Terra é redonda



8 DE SETEMBRO DE 1522

Circum-navegação prova que a Terra é redonda


O que se especulava desde o tempo de Pitágoras teve fim a 8 de setembro de 1522, com o fim da primeira circum-navegação da história.

A tese tida como heresia pelos eclesiásticos portugueses e vista com fascinação por astrónomos transformou-se em facto comprovado: a Terra é realmente redonda. E foi Fernão de Magalhães, um navegador que servia Portugal, fazendo expedições e descobertas de novas terras para o rei Dom Manuel, que deu início a essa aventura.

Magalhães não se dava por satisfeito com suas viagens grandiosas e sonhava ser o primeiro a dar a volta ao mundo. Sua meta inovadora contradizia os dogmas cristãos, pois a Igreja achava que a Terra era quadrada. Aos poucos, ele manchava sua posição perante o reino católico.

O navegador português, que esperava apoio e mais dinheiro do rei, acabou desprezado e não recebendo recursos financeiros para seus planos. Isso o levou a deixar Portugal e procurar reconhecimento no país concorrente, a Espanha. Por causa do interesse que tinha nas Ilhas Molucas (Indonésia), o rei Carlos 5º deu apoio ao fidalgo.

Viagem de descobertas

Em setembro de 1519, Fernão de Magalhães partiu para sua aventura rumo ao Ocidente com cinco caravelas. Durante a viagem, teve de subjugar várias revoltas das tripulações.

Ao chegar à costa sul-americana, a expedição foi navegando ao longo dela para o sul, depois de visitar o Rio de Janeiro. Assim, o navegador descobriu a passagem interoceânica que recebeu o seu nome, o Estreito de Magalhães. Mais adiante, ao avistar um oceano, o batizou de Pacífico e, um ano depois, descobriu as Ilhas Filipinas.

Sebastião del Cano, que fazia parte do grupo de Magalhães, ancorou em Sevilha no dia 8 de setembro de 1522. Depois de anos de tempestades, conflitos, fome e sede, o grupo chegou apenas com 18 sobreviventes dos 237 marinheiros que haviam partido para a viagem.

O próprio Fernão de Magalhães havia morrido num combate em 1521 nas Filipinas, sem completar a circunavegação.

FONTE
 




Data: 2012-09-11

Artigos relacionados:

  • Descoberto o Estreito de Magalhães
  • Infinitas enseadas, fiordes, bancos de areias, falsas passagens e baías
  • TSF cruzou o Estreito de Magalhães e voltou ao fim do Mundo
  • Fernão de Magalhães celebrado em selos
  • Quando a Terra era plana
  • A construção da rede de informações
  • Charles Wilkes descrevendo a sua sensação ao entrar no porto do Rio de Janeiro
  • U. S. Exploring Expedition dando a volta ao mundo

  •  Vídeo

    Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

      Portos do Brasil - NEWS

     Portos de Cabo Verde – News

     Portos de Moçambique – News

     Portos de Angola – News

     Portos de Portugal – News

     XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 - Disponíveis todas as apresentações

     XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 | Playlist com 23 vídeos no Youtube

     Acórdãos e Avisos da ANTAQ + Legislação avulsa

     Clipping com a actualidade dos portos brasileiros

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alberto Bengue, Presidente da APANG

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Miguel Matabel

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alcídio Nascimento

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Ted Lago

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Fátima Alves

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Nuno Araújo

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Lucas Rênio

     VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

     IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

     IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

     Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

     Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

    Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)