Início > Artigo > Doca do Reduto, Belém do Pará



FOTO-MEMÓRIA

Doca do Reduto, Belém do Pará


Na Belém da Belle Èpoque o bairro do Reduto abrigou as primeiras fábricas aproveitando a proximidade com o porto em especial pela ligação com este pelo antigo Igarapé das Almas, que servia de entreposto para embarque desembarque de cargas.
Atualmente o bairro vai se remodelando aos poucos mas ainda mantém algumas ruas estreitas assim como alguns galpões que testemunham sua origem fabril, já o antigo igarapé hoje é só um canal, numa das regiões mais valorizadas da cidade conhecida por Doca de Souza Franco, ladeada por modernos edifícios e outras construções de alto padrão. O bairro que chegou a passar por um processo de verticalização, hoje não apresenta nenhuma abra desse porte. Um lei municipal proibe a construção de prédios acima de 6 andares. O bairro possui um rico patrimônio histórico que precisa ser preservado e melhor cuidado pelos empresários e moradores locais.

MAIS DETALHES
 




Data: 2012-09-01

Artigos relacionados:

  • O «Senhor das Areias» em Bissau
  • Desembarque de troleybus no Porto do Rio de Janeiro
  • JAHÚ no porto do Recife

  •  Vídeo

    Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

     “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

     VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

     IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

     IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

     Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

     VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

     VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

     VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

     Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

     Mindelo e São Vicente com muita morabeza

     Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

     Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

     VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

     VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

     VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

     VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

     Porto de Luanda - 1955

     Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

     Constituição da APLOP

    Constituição da APLOP

    Foto de família