Início > Artigo > China concede empréstimo de 16 mil milhões de dólares a África



China concede empréstimo de 16 mil milhões de dólares a África


A China vai emprestar 20 mil milhões de dólares, pouco mais de 16 mil milhões de euros a África.

O anúncio da concessão dos novos créditos foi feito pelo presidente chinês, Hu Jintao (foto), na abertura da 5ª Conferência Ministerial do Fórum de Cooperação China-África.

O montante destina-se a apoiar a construção de infraestruturas, a agricultura, indústria e pequenas e médias empresas.

A China tornou-se no principal parceiro comercial do continente africano, com trocas bilaterais em alta de 83% desde 2009, de acordo com os dados do Ministério chinês do Comércio, que são citados pela Lusa.

Hu Jintao disse que o país asiático e o continente africano devem manter contatos de alto nível, reforçar diálogos estratégicos, ampliar comunicações sobre experiências de governo, excluir interferências externas e reforçar o conhecimento e confiança mútua. A China quer se esforçar, ao lado da comunidade internacional, para apoiar os esforços africanos na manutenção da paz e estabilidade e desempenhar papel positivo e construtivo nos assuntos relacionados com continente.

A 5ª Conferência Ministerial do Fórum de Cooperação China-África foi aberta hoje, 19, pela manhã em Beijing . O evento conta com a presença do presidente chinês, Hu Jintao, e os presidentes de vários países africanos, como Jacob Zuma, da África do Sul, Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, da Guiné Equatorial, e ainda o Primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Pereira Neves, o chefe de Governo do Quênia, Raila Amollo Odinga, e o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

De referir que o Primeiro-ministro da China, Wen Jiabao, anunciou ontem, 18, em Beijing, que a China está disposta a reforçar intercâmbios de alto nível com Cabo Verde, ampliando cooperações nas áreas de turismo, educação, economia marítima, energias limpas, tecnologia de informação e comércio.

A declaração foi feita no encontro que manteve com o primeiro-ministro de Cabo Verde, José Maria Pereira Neves. Wen Jiabao ressaltou que os dois países obtiveram êxitos no sector de cooperação no quadro do Fórum de Cooperação China-África e Fórum para Cooperação Econômica entre China e Países de Língua Portuguesa (Macau).

O chefe do executivo chinês elogiou o papel positivo de Cabo Verde na promoção da paz e estabilidade em África e na cooperação internacional no combate às mudanças climáticas, disponibilizando a consolidar a coordenação com Cabo Verde para defender os interesses comuns dos países em desenvolvimento, estimulando o desenvolvimento sustentável.

Por seu turno, José Maria Neves indicou que as ajudas da China promoveram o desenvolvimento da economia das ilhas de Cabo Verde, e reiterou o seu desejo em que o país reforce cooperações e intercâmbios, nos mais diversos sectores, com a China.

fonte




Data: 2012-07-22

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)