Início > Artigo > Ataques no Médio Oriente diminuem mas cresce número de tripulantes mortos



PIRATARIA

Ataques no Médio Oriente diminuem mas cresce número de tripulantes mortos


No ano de 2011, o número de ataques piratas diminuiu, algo que sucede pela primeira vez em cinco anos. Porém, o número de tripulantes mortos desde 2010, derivado de ataques piratas, triplicou.

Os números foram lançados por Ahmed Bin Sulayem , presidente da DP World, durante uma conferência sobre pirataria marítima, no Dubai.

Em 2011 foram contabilizados 176 incidentes com piratas. Nos primeiros seis meses de ste ano foram registados 30 incidentes. No entanto, o número de tripulantes mortos em incidentes relacionados com pirataria triplicou de oito para 24 nos últimos dois anos. Desde 2007, 62 tripulantes foram mortos por piratas.

A conferência realizada em Dubai enfatizou bastante a importância de uma parceria público-privada contra ataques piratas.

fonte




Data: 2012-06-28

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

  Portos do Brasil - NEWS

 Portos de Cabo Verde – News

 Portos de Moçambique – News

 Portos de Angola – News

 Portos de Portugal – News

 XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 - Disponíveis todas as apresentações

 XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 | Playlist com 23 vídeos no Youtube

 Acórdãos e Avisos da ANTAQ + Legislação avulsa

 Clipping com a actualidade dos portos brasileiros

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alberto Bengue, Presidente da APANG

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Miguel Matabel

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alcídio Nascimento

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Ted Lago

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Fátima Alves

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Nuno Araújo

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Lucas Rênio

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)