Início > Artigo > Cabo Verde atrai investimentos para São Vicente



FÓRUM DE EMPRESÁRIOS PLP

Cabo Verde atrai investimentos para São Vicente


Os investimentos em São Vicente para a criação de um centro de negócios e de uma base pesqueira para a ilha são alguns dos resultados concretos da oitava edição do Fórum de Empresários da lusofonia e da China. O evento aconteceu no Sal e reuniu mais de 350 empresários.

No segundo e último dia, a organização dedicou todo o dia à apresentação de projectos públicos e privados em Cabo Verde. Projectos do sector imobiliário-turístico, hoteleiro e infra-estruturação de base tiveram uma boa aceitação por parte dos investidores. Foi uma ocasião para os empresários estrangeiros conhecerem as oportunidades de negócios e investimentos no arquipélago.

O nosso país elegeu o cluster do mar como o foco da diplomacia económica para a atracção de investimentos para São Vicente. “Queremos a consolidação de um centro de negócios e de uma base pesqueira. As negociações estão muito avançadas com a China no sentido de estabelecermos uma porta para a frota chinesa em São Vicente. Estas negociações, que envolvem a CabNave, será uma das primeiras âncoras”, diz satisfeito o presidente da CI, José Armando Duarte.

Outra área, cuja as negociações ficaram ainda mais reforçadas é a da habitação social. De acordo com o presidente da Cabo Verde Investimentos, brevemente deve chegar uma empresa ao país para consolidação de uma parceria neste ramo. “Já estão organizadas todas as condições iniciais para que essa empresa venha a Cabo Verde”. Tudo isso com base no acordo de empréstimo, assinado no início do ano, em que a China concede ao governo cabo-verdiano um montante de 51 milhões de dólares para a construção de moradias sociais.

São negócios em andamento, conforme faz questão de sublinhar o presidente da CI, com grandes chances de se efectivarem. “Fiquei agradavelmente surpreendido com o nível e o número dos contactos. Houve troca de ideias e de projectos, mas as coisas não acontecem de um momento para o outro. É certo que estamos num processo de ganhos de confiança. É um caminho que temos que calcetar bem, porque os investimentos só acontecem com base na confiança de ambas as partes. Estamos entusiasmados com este caminhar e step by step nós vamos chegar lá”, acredita.

E as negociações vão continuar com a visita do primeiro–ministro à China em Julho. Até ao final do ano, vamos ter uma acção muito intensa com a China e com os países asiáticos. O grande desafio passa pelas alternativas de financiamento e isto não pode parar. A Europa está na situação em que está, por isso temos que buscar alternativas para sustentar esse processo de desenvolvimento”, realçou.

fonte




Data: 2012-06-22

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)