Início > Artigo > Comandante que incendiou o navio preso a 5 de Janeiro de 1863



NAUFRÁGIO DO CAMARGO

Comandante que incendiou o navio preso a 5 de Janeiro de 1863


Em 1826, Dom Pedro I acordou com os ingleses o reconhecimento da Independência do Brasil, e em troca, proibir e acabar com o tráfico de escravos em no máximo quatro anos. Infelizmente o acordo não surtiu efeito, pois os navios ingleses eram obsoletos e não conseguiam navegar tão rápido quanto os velozes clipers americanos, que continuavam a trazer escravos para o Brasil. Somente no ano de 1850, com a ajuda das autoridades brasileiras, o comércio de escravos foi finalizado.

O navio negreiro Camargo fez o seu último desembarque no ano de 1862. Ao chegar a terra com 500 africanos, o comandante Nathanael Gordon, natural do Maine, Estados Unidos, incendiou a sua própria embarcação para escapar da perseguição das autoridades brasileiras.

Após o incêndio, a tripulação tentou chegar na cidade de Santos-SP, e posteriormente a Paranaguá, de onde tentariam sair do Brasil. Contudo, no dia 05/01/1863, quatro marinheiros do navio Camargo foram presos, sendo um deles, o próprio comandante, que posteriormente foi condenado à morte.

O naufrágio sofreu diversos saques, e após algum tempo, se tornou um sítio arqueológico, onde atualmente o mergulho no local só é possível mediante autorização das autoridades locais.

MAIS DETALHES

Carta de condenação à morte ao comandante do navio Camargo, escrita por Abraham Lincoln

 


TEJO TABLET - GALERIA FOTOGRÁFICA



Data: 2012-06-02

Artigos relacionados:

  • Camões com dendê
  • Angola anexada pelos brasileiros?
  • África, o retorno
  • Frutos do mar
  • Ex-escravos: migração da forma do Brasil para África
  • «Escravidão» de europeus no Brasil Imperial é tema de mostra

  •  Vídeo

    Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

     “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

     VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

     IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

     IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

     Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

     VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

     VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

     VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

     Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

     Mindelo e São Vicente com muita morabeza

     Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

     Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

     VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

     VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

     VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

     VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

     Porto de Luanda - 1955

     Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

     Constituição da APLOP

    Constituição da APLOP

    Foto de família