Início > Artigo > Câmara Municipal projecta dotar a capital cabo-verdiana de mercado de peixe moderno



CIDADE DA PRAIA

Câmara Municipal projecta dotar a capital cabo-verdiana de mercado de peixe moderno


O presidente da Câmara Municipal da Praia (CMP), Ulisses Correia e Silva, anunciou a existência de um projecto de construção de um mercado de peixe no antigo mercado do Paiol, que deverá ser fruto de uma parceria público/privada.
O edil falava aos jornalistas à margem das actividades alusivas ao Dia Nacional do Pescador, que se assinalou com várias actividades no Cais de Pesca da Praia, defendendo que por ser um sector que gera muito emprego, esta actividade precisa de ser melhor organizada.

"No que se refere à Câmara Municipal da Praia temos um projecto em mãos de construção de um mercado de peixe aqui na Cidade da Praia, no local onde existia um mercado do Paiol", precisou Correia e Silva, ressalvando que será uma infra-estrutura moderna, bem equipada, com ar condicionado e equipamentos de frio.

Neste sentido, avançou, a CMP está a trabalhar numa parceria público/privada, com jovens investidores que estão à procura de financiamento para em conjunto criarem condições de colocação de peixe no mercado, porque quando o produto é vendido em melhores condições de acondicionamento e de higiene, aumenta o seu preço.

Esta "grande aposta" é almejada igualmente a nível do mercado municipal que está a ser construído na Avenida Cidade de Lisboa, disse o autarca, advogando que o Cais da Praia precisa de investimentos, tanto no que toca à requalificação da infra-estrutura quanto das condições de comercialização do peixe.

Segundo Correia e Silva, a CMP está a trabalhar nesta área, incluindo a formação, pelo que só no ano passado formaram 607 vendedeiras dos mercados do Sucupira e do Platô em manipulação de alimentos, apresentação, saúde pública e auto-estima, da qual fizeram parte muitas peixeiras que ganharam um grau de qualificação para trabalharem melhor o seu produto.

Quanto à segurança, o autarca praiense advoga que se deve aumentar o nível de segurança dos pescadores, assim como devem ser cumpridas as normas estabelecidas, sobretudo no que toca ao tipo de embarcação, o limite de pesca, equipar os barcos com aparelhos de localização, reforçar a frota da guarda costeira, criando melhores condições de segurança nesta actividade.

A mensagem que deixa neste Dia dos Pescadores é para acreditarem que se trata de uma actividades com grande potencial para o incremento da economia cabo-verdiana, desde que seja explorado de uma forma sustentada, porque, no seu entender, os recursos não podem desaparecer se houver uma sobre exploração, que "tem muito a ver com os acordos que são feitos a nível da pesca industrial com outros países.

fonte

 




Data: 2012-02-09

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012

Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012