Início > Artigo > Produção de mais gelo é a eterna reivindicação dos pescadores no Cais da Praia



Produção de mais gelo é a eterna reivindicação dos pescadores no Cais da Praia


O Dia Nacional do Pescador, que se assinalou a 5 de Fevereiro, foi oportunidade para convívio entre aqueles que labutam neste sector no Cais de Pesca da Praia, mas a maior reivindicação da classe -produção de gelo-, prevaleceu.
O presidente da Associação de Armadores, Peixeiras e Pescadores da Praia, Rafael Menezes, fez saber que a associação tem lutado para que haja justiça social para toda a classe, sendo a "maior reivindicação" de sempre o aumento da produção do gelo para poderem ir mais vezes à faina e quando regressarem ter onde conservar o peixe.

"Vai começar a remodelação do Cais da Praia, mas não vemos nada a melhorar. Não vale a pena termos um cais bonito e continuarmos na mesma, ou seja, sem gelo, o que nos obriga a deitar fora o pescado", sustentou aquele representante.

Rafael Menezes esclareceu, entretanto, que não são contra a remodelação da infra-estrutura, até porque estão cientes de que com ela poderão aumentar o preço dos seus produtos.

Confrontado com esta reivindicação, o director-geral da Pesca, Juvino Vieira, mostrou-se consciente das dificuldades por que passam os pescadores, afirmando que eventualmente poderão reforçar e criar melhores condições para produzir mais e melhor gelo, na sequência da requalificação do Cais de Pesca da Praia, em curso.

"Temos já um estudo praticamente no fim que vai ditar se é necessário adquirir mais máquinas de gelo ou se com a que temos será suficiente atender a demanda, já que paralelamente vamos ter outras actividades, como por exemplo o próprio entreposto frigorífico do Cais de Pesca da Praia, cujo funcionamento está em negociação, e que vai resolver o problema de conservação de pescado", indicou o DG.

Segundo Juvino Vieira, a requalificação do Cais de Pesca da Praia inclui a reabilitação da rede de electricidade de água potável, de drenagem e escoamento para águas residuais, um conjunto de actividades por forma a melhorar as condições higiénico/sanitárias, e ter um cais que possa oferecer um produto com qualidade para o mercado nacional e internacional.

Até porque prevê-se, a partir do Cais de Pesca da Praia, fazer a exportação do produto da pesca para a Europa, avançou aquele responsável, segundo o qual existe neste momento naquele cais, uma capacidade nominal de 15 toneladas de gelo por dia.

Alguns dos pescadores denunciaram há poucos dias na comunicação social que estavam sendo preteridos a favor de outros armadores na compra de gelo, já que uma das máquinas estava em manutenção.

Sobre esta questão, o director geral das Pescas disse que a comissão de pesca da Praia tem uma lista e que é na sequência desta lista que se faz a distribuição do gelo e que, estando uma das máquinas em manutenção, a produção do gelo diminuiu o que poderia ser colmatado se os pescadores estivessem melhor organizados e em função das prioridades e necessidades distribuir o gelo produzido entre todos.

Para este Dia dos Pescadores deixa uma mensagem de encorajamento e de optimismo e para que aproveitem todas as oportunidades ligadas ao mar porque, a seu ver, a riqueza das ilhas está no mar.

fonte




Data: 2012-02-09

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)