Início > Artigo > Conheça o Campo de Mexilhão



Brasil

Conheça o Campo de Mexilhão


Em reunião realizada a 17 de Outubro de 2006, a Directoria da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – ANP aprovou o Plano de Desenvolvimento do Campo de MEXILHÃO. O campo foi descoberto em abril de 2001, através do poço 1-BRSA-38-SPS (1-SPS-33). Está situado na plataforma continental do Estado de São Paulo, na Bacia de Santos, em lâmina d’água de 320m a 550m, distando cerca de 137 km do litoral de Ilhabela.

Foram apresentadas 3 interpretações para os volumes originais e foram classificados como: OTIMISTA – volume de 249,6 Bilhões de m3 de gás – INTERMEDIÁRIA – volume de 138,6 Bilhões de m3 de gás – CONSERVADORA – volume de 61,4 Bilhões de m3 de gás.

Os sistemas para medição fiscal e medição para apropriação de produção dos poços bem como as medições de controle operacional devem ser projetadas e instalados na forma a atender integralmente aos requisitos estabelecidos no Regulamento Técnico de Medição da Petrobrás e da Portaria Conjunta ANP/INMETRO nº 1 de 19/06/2.000. O ponto de medição de apropriação da vazão de gás relativo aos poços de produção da plataforma estará localizado na saída de gás dos separadores de produção/testes trifásicos. Adicionalmente serão previstos pontos de medição operacional relativo ao consumo de gás das turbinas dos compressores e geradores. O ponto de medição da vazão de condensada estará localizado na saída dos separadores trifásicos. Os pontos de medição para fins de transferência de custodia, de gás de GLP e de C5+ estão, localizados na Estação de Caraguatatuba.

A produção do campo de MEXILHÃO estava inicialmente prevista para 2.008 e com o pico de produção em 2.009. Agora se trabalha com o inicio da produção no segundo semestre de 2.009 e o pico de produção em 2.010 com 10 M/M m3/dia de gás e de 985 m3/dia de condensado (C5+). No final do período da Concessão, em 2030, a produção de gás seria de 2,5 M/M m3/dia e 127 m3/dia de condensado (C5+).

fonte




Data: 2012-02-08

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família