Início > Artigo > Rede «Campus do Mar» estende-se a Cabo Verde



Rede «Campus do Mar» estende-se a Cabo Verde


A Universidade pública cabo-verdiana (Uni-CV) passou a integrar a rede «Campus de Mar», composta por universidades portuguesas e espanholas. Este projecto visa o desenvolvimento de actividades científicas ligadas ao mar. O Departamento de Engenharia e Ciências do Mar, com sede em São Vicente, coordena o programa em Cabo Verde.

Em entrevista divulgada pela agência cabo-verdiana de notícias INFORPRESS, o reitor da UNI-CV, Paulino Fortes, explicou que numa primeira fase quatro a seis docentes cabo-verdianos vão poder frequentar cursos de doutoramento nas universidades da rede.

“No primeiro ano, o doutoramento vai decorrer nas universidades da rede e os outros três anos vão ser desenvolvidos aqui em Cabo Verde, já que o doutoramento será sobre matéria cabo-verdiana”, explicou. A ideia, segundo salientou o reitor, é produzir conhecimentos sobre as áreas marinhas nesta zona do Atlântico, quer sobre a orla costeira, quer sobre a profundidade da zona atlântica.

“Esses conhecimentos vão ser produzidos através desta rede e com base em Cabo Verde. E a Uni-CV vai poder ter conhecimento de outras universidades para a excelência na área marinha, considerada uma das áreas fundamentais tendo em conta o próprio desenvolvimento do cluster do mar, um dos pilares da agenda de transformação de Cabo Verde”, sublinhou.
Criado em Março do ano passado pela Universidade de Vigo, o «Campus do Mar» aposta no desenvolvimento científico e na internacionalização das ciências do mar. O objectivo passa pela criação de um campus com vários centros especializados, tendo em vista uma cooperação multidisciplinar de forma a criar impacto no tecido socioeconómico da região.

Antes da integração de Cabo Verde, o programa era composto por sete universidades portuguesas e espanholas, entre as quais as Universidades de Vigo, do Porto e de Aveiro, Minho e Trás-os-Montes que pretendem, em 2015, tornar-se num «Campus do Mar» transfronteiriço.

Conta ainda com outros apoios internacionais de universidades e centros de investigação europeus, americanos, africanos e chineses. Dentro das áreas temáticas que procura desenvolver, destacam-se biotecnologia marinha, saúde e mar, tecnologia e energia.

fonte
 




Data: 2012-02-01

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família