Início > Artigo > Fundo do pós-tsunami usado para protecção da caça à baleia



JAPÃO

Fundo do pós-tsunami usado para protecção da caça à baleia


Uma onda de indignação está a surgir após o Japão ter confirmado que 19 milhões de euros do fundo para a reconstrução da costa litoral, devastada pelo tremor de terra e tsunami de 11 de março, está a ser usado para proteger a frota da caça anual à baleia na Antártida dos activistas ambientais.

A frota japonesa de caça à baleia partiu esta semana de um porto japonês sob forte protecção das autoridades.

A medida é defendida sob o argumento de que a protecção da caça à baleia irá permitir às cidades costeiras recuperarem.

O Japão foi forçado em 1987 a suspender a caça comercial à baleia, mas continuou contudo a levar a cabo a caça em alguns pontos do planeta alegando tratar-se de "expedições científicas.

fonte

 




Data: 2011-12-10

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

  Portos do Brasil - NEWS

 Portos de Cabo Verde – News

 Portos de Moçambique – News

 Portos de Angola – News

 Portos de Portugal – News

 XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 - Disponíveis todas as apresentações

 XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 | Playlist com 23 vídeos no Youtube

 Acórdãos e Avisos da ANTAQ + Legislação avulsa

 Clipping com a actualidade dos portos brasileiros

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alberto Bengue, Presidente da APANG

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Miguel Matabel

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alcídio Nascimento

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Ted Lago

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Fátima Alves

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Nuno Araújo

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Lucas Rênio

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)