Início > Artigo > Total investe 200 milhões de dólares USD em São Tomé e Príncipe



Total investe 200 milhões de dólares USD em São Tomé e Príncipe


A empresa petrolífera francesa Total vai investir cerca de 200 milhões de dólares norte-americanos em 2012 na produção de petróleo no bloco um, da zona conjunta Nigéria/S. Tomé e Príncipe.

Collins Kalabaré, da autoridade conjunta, que falava no âmbito de uma reunião de programação das actividades do órgão de gestão da citada zona Nigéria/S.Tomé e Príncipe para 2012, defendeu que para o sucesso do investimento a Total deverá recorrer à parceria com pequenas empresas que operam naquele bloco, uma das quais é a Adax Petrolium.

Igualmente, reconheceu que as operações conheceram algum atraso devido à aquisição tardia de torres de perfuração, mas garantiu para primeiro semestre de 2012 a concretização de duas perfurações no tal bloco, considerado bastante próspero em petróleo e gás.

fonte




Data: 2011-12-03

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

  Portos do Brasil - NEWS

 Portos de Cabo Verde – News

 Portos de Moçambique – News

 Portos de Angola – News

 Portos de Portugal – News

 XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 - Disponíveis todas as apresentações

 XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 | Playlist com 23 vídeos no Youtube

 Acórdãos e Avisos da ANTAQ + Legislação avulsa

 Clipping com a actualidade dos portos brasileiros

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alberto Bengue, Presidente da APANG

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Miguel Matabel

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alcídio Nascimento

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Ted Lago

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Fátima Alves

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Nuno Araújo

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Lucas Rênio

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)