Início > Artigo > Importações chinesas aumentaram mais de 600 por cento até Setembro



CABO VERDE

Importações chinesas aumentaram mais de 600 por cento até Setembro


O comércio entre a China e Cabo Verde subiu 62,5 por cento até Setembro, para 38,2 milhões de dólares (27,7 milhões de euros), num aumento impulsionado pelo acréscimo de mais de 600 por cento das compras chinesas.

De acordo com as estatísticas dos Serviços de Alfândega da China divulgadas pelo Fórum Macau, entre Janeiro e Setembro, a China vendeu a Cabo Verde mercadorias no valor de 38,1 milhões de dólares (27,6 milhões de euros), mais 62,24 por cento em relação ao período homólogo de 2010.

Por outro lado, Pequim comprou a Cabo Verde produtos no valor de 8,5 mil dólares (6,1 mil euros), o que traduz um acréscimo de 612,5 por cento face aos primeiros nove meses de 2010.

Já com Moçambique, as trocas comerciais aumentaram 34,1 por cento até setembro face a igual período de 2010, ao alcançar 683 milhões de dólares (496,2 milhões de euros).

A China exportou para Moçambique produtos no valor de 529,4 milhões de dólares (384,6 milhões de euros), um volume que traduz um incremento de 38 por cento face ao período homólogo do ano passado.

Já para a China, seguiram mercadorias de Moçambique avaliadas em 153,9 milhões de dólares (111,8 milhões de euros), o equivalente a uma subida de 22,3 por cento.

As trocas comerciais com Timor-Leste aumentaram 104,3 por cento até setembro face ao período homólogo de 2010 ao atingirem os 49,3 milhões de dólares (35,8 milhões de euros).

Entre janeiro e setembro, para Timor-Leste seguiram mercadorias chinesas no valor de 48,3 milhões de dólares (cerca de 35 milhões de euros), ou seja, mais do dobro (102 por cento).

A China vendeu mais, mas também comprou mais, já que adquiriu a Timor-Leste produtos no valor de 97,3 mil dólares (70,6 mil euros) até setembro, montante que traduz uma subida anual na ordem dos 337,9 por cento.

Já as trocas comerciais entre a China e a Guiné-Bissau subiram 24,1 para 13,8 milhões de dólares (10 milhões de euros), num saldo que se justifica com o aumento do lado das exportações da China.

A China vendeu à Guiné-Bissau produtos no valor de 10,5 milhões de dólares (7,6 milhões de euros), mais 38,5 por cento face aos primeiros nove meses de 2010 e comprou mercadorias no valor de 3,3 milhões de dólares (2,4 milhões de euros), menos 6,38 por cento em termos anuais.

Em contrapartida, as trocas comerciais entre a China e São Tomé e Príncipe diminuíram 12,5 por cento até setembro face ao período homólogo de 2010, cifrando-se em 1,3 milhões de dólares (1 milhão de euros).

A China exportou produtos no valor de 1,3 milhões de dólares (cerca de 1 milhão de euros), montante que traduz um recuo de 12 por cento face aos primeiros nove meses de 2010, enquanto que o país africano, que não tem relações diplomáticas com Pequim, vendeu mercadorias no valor de apenas 1.500 dólares (1.000 euros), volume que reflete uma forte quebra de 85,5 por cento em termos anuais.

Em termos globais, o comércio entre a China e os países de língua portuguesa sofreu uma subida de 27 por cento até setembro face ao período homólogo do ano passado ao cifrar-se nos 86,4 mil milhões de dólares (62,7 mil milhões de euros).

Fonte: Agência Lusa/Expresso das Ilhas

 

 

 

 




Data: 2011-11-19

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012

Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012