Início > Artigo > De BRIC a BRICA



ÁFRICA DO SUL

De BRIC a BRICA


Desde o final do ano passado que a África do Sul passou a fazer parte da nova “locomotiva da economia mundial”, agora denominada BRICS: Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (a derivação do “S” do novo acrónimo advém da denominação do país em inglês, “South Africa”) ou em português, BRICA.

Os especialistas internacionais estimam que os BRICA vão continuar a crescer mais do que o resto do mundo. Nada de extraordinário para um grupo de países que tem feito isso mesmo ao longo da última década.

O FMI prevê que o peso dos BRICA na economia mundial seja superior a um terço, até 2015.

MAIS DETALHES AQUI
 




Data: 2011-10-31

Artigos relacionados:

  • África do Sul aproxima-se do BRIC visando mercados globais

  •  Vídeo

    Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

      Portos do Brasil - NEWS

     Portos de Cabo Verde – News

     Portos de Moçambique – News

     Portos de Angola – News

     Portos de Portugal – News

     XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 - Disponíveis todas as apresentações

     XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 | Playlist com 23 vídeos no Youtube

     Acórdãos e Avisos da ANTAQ + Legislação avulsa

     Clipping com a actualidade dos portos brasileiros

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alberto Bengue, Presidente da APANG

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Miguel Matabel

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alcídio Nascimento

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Ted Lago

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Fátima Alves

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Nuno Araújo

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Lucas Rênio

     VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

     IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

     IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

     Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

     Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

    Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)