Início > Artigo > Distinguido projecto em Moçambique



GALARDÃO GULBENKIAN/OCEANÁRIO DE LISBOA 2010

Distinguido projecto em Moçambique


O projecto da Universidade de Aveiro e de várias entidades moçambicanas, entre as quais a Universidade do Lúrio, tem como objectivo intervir nas políticas de gestão ambiental, com acções concretas que conduzam à utilização sustentável do espaço costeiro e marinho de Pemba (Cabo Delgado, Moçambique).

O projecto quer também promover a qualidade de vida da população que depende desta área, através de um programa intensivo de capacitação de recursos humanos locais que inclui a compatibilização das actividades económicas com a exploração sustentável dos ecossistemas e biodiversidade marinha.

A baía de Pemba, no norte de Moçambique, é a terceira maior do mundo, alimentada por rios e pelo Oceano Índico, constituindo um importante ecossistema. É uma região rica em biodiversidade, embora pouco estudada, e que está seriamente ameaçada pelo crescimento urbano desordenado e pela crescente ocupação turística em termos de construções hoteleiras, gerando um quadro de degradação ambiental fortalecido pela inexistência de políticas públicas apropriadas. A falta de tratamento de esgotos e do lixo, associada à falta de consciência ambiental da população, constitui um grave problema de saúde pública.

Nesta edição, o Galardão Gulbenkian/Oceanário de Lisboa, no valor de 100 mil euros, pretendia distinguir projectos de investigação e desenvolvimento que promovam a formação de recursos humanos e a criação de práticas institucionais nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP), potenciando a gestão sustentável de áreas marinhas de elevado valor, já existentes ou em fase de implementação.

A Fundação Calouste Gulbenkian, através do Programa Gulbenkian Ambiente, e o Oceanário de Lisboa querem também contribuir para dar um conteúdo concreto à responsabilidade partilhada que os países desenvolvidos têm para com os países menos desenvolvidos, nomeadamente, no apoio à conservação dos seus habitats e recursos naturais, em particular aplicado aos ecossistemas litorais e marinhos.

FONTE: cienciapt.net




Data: 2011-10-09
Autor: 4503app

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

  Portos do Brasil - NEWS

 Portos de Cabo Verde – News

 Portos de Moçambique – News

 Portos de Angola – News

 Portos de Portugal – News

 XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 - Disponíveis todas as apresentações

 XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 | Playlist com 23 vídeos no Youtube

 Acórdãos e Avisos da ANTAQ + Legislação avulsa

 Clipping com a actualidade dos portos brasileiros

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alberto Bengue, Presidente da APANG

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Miguel Matabel

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alcídio Nascimento

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Ted Lago

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Fátima Alves

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Nuno Araújo

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Lucas Rênio

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)