Início > Artigo > Docas do Rio apresenta oportunidades de investimentos nos portos durante a Expo em Dubai.



BRASIL

Docas do Rio apresenta oportunidades de investimentos nos portos durante a Expo em Dubai.


Áreas disponíveis para arrendamentos, reversão de prejuízos, avanços em governança e transparência de resultados foram destaques nas apresentações dos dirigentes de seis Autoridades Portuárias que compõem a Missão Internacional do Brasil Export na Expo 2020, em Dubai. As palestras foram realizadas no meeting “Oportunidades de Investimentos nos Portos Brasileiros”, promovido pelo fórum em parceria com a DP World.

Durante o encontro, o diretor de Negócios e Sustentabilidade da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), Jean Paulo Castro e Silva, apresentou o potencial de desenvolvimento dos Portos de Itaguaí, Rio de Janeiro, Niterói e Angra dos Reis, e celebrou o ajuste na administração da companhia, que agora resulta em lucros para os cofres públicos. “Em 2020, os portos da Docas do Rio foram o segundo maior complexo na movimentação de cargas, entre os portos públicos brasileiros. Somente os Portos do Rio de Janeiro e Itaguaí movimentaram um total de 54,5 milhões de toneladas e 21,5 bilhões de dólares”, ressaltou.

Em sua explanação sobre as áreas arrendáveis no Porto do Rio de Janeiro, o diretor Jean Paulo destacou os projetos ‘brownfield’ de dois terminais de granéis líquidos e um terminal de apoio offshore, cujos arrendamentos estão em estudo na Secretaria Nacional de Portos e Transportes Aquaviários do Ministério da Infraestrutura (SNPTA/MInfra), e o projeto ‘greenfield’ de um terminal de granel líquido na Ilha da Pombeba, com estudos em andamento. Quanto às áreas arrendáveis no Porto de Itaguaí, o diretor salientou o projeto ‘brownfield’ de um terminal de granéis sólidos, cuja modelagem de arrendamento está sendo revisada pela SNPTA/MInfra, e os projetos ‘greenfield’ de um terminal de granéis líquidos e um terminal de granéis sólidos, com estudos em desenvolvimento.

O diretor Jean Paulo também mencionou que “com a esperada chegada da rota 4B, ligando a Bacia de Santos ao Porto de Itaguaí, há um grande potencial para alavancar o porto-indústria e que o Governo do Estado do Rio de Janeiro pretende desenvolver um pólo petroquímico no local, com o projeto de escoamento de gás natural do pré-sal”. Por fim, o diretor discorreu sobre os principais investimentos realizados pela atual gestão para a melhoria da infraestrutura de acesso aos portos, nos modais rodoviário, ferroviário e aquaviário, no intuito de atrair mais cargas, ampliar a eficiência operacional, aumentar a competitividade e elevar as receitas.

A comitiva do Fórum Brasil Export na Missão Internacional a Dubai é composta por 60 profissionais, executivos e autoridades, e está conectada à delegação da Confederação Nacional da Indústria (CNI) em uma extensa e diversificada programação técnica na Expo 2020, no intuito de realizar networking, conhecer centros de negócios e de tecnologia e promover sessões com agentes econômicos. Todas as atividades visam enriquecer o conhecimento e a vivência dos integrantes da Missão Internacional, que prossegue até o dia 19. Ainda esta semana, os participantes visitarão o Porto de Jebel Ali e o terminal da DP World.
 


 



Data: 2021-11-21

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alberto Bengue, Presidente da APANG

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alcídio Nascimento

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Ted Lago

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Fátima Alves

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Nuno Araújo

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Lucas Rênio

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Francisca Chambal

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Robledo Gioia

 VI CONGRESSO DA APLOP - Abertura do Painel I - Lídia Sequeira

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Congresso Intercalar Portos CPLP - Rio de Janeiro – Domingos Fortes (1)

 “EXPERIÊNCIA DO PORTO DE LEIXÕES NA FORMAÇÃO PORTUÁRIA”- Matos Fernandes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP – Menção Honrosa a Lima Torres

 IV Encontro de Portos da CPLP - Sessão de encerramento - Franklim Spencer

 “GEOPOLÍTICA DO MAR” - Carlos Manuel Mendes Dias (1)

 Novo Porto do Dande - Domingos Fortes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP - Franklin Spencer

 «Há muito potencial de crescimento nas relações comerciais Portugal/Brasil» (1)

 Porto de Luanda - 1955

 III Encontro de Portos da CPLP - Adalmir José de Sousa

 III Encontro de Portos da CPLP – Apresentação da Mesa de Honra

 III Encontro de Portos da CPLP - Estudo de mercado - (13) – Debate

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)