Início > Artigo > Porto de Luanda aposta na segurança e sinalização marítima



ANGOLA

Porto de Luanda aposta na segurança e sinalização marítima


A empresa Portuária de Luanda definiu o reforço da segurança de pessoas e bens e a melhoria da sinalização marítima como dois importantes projectos a serem concretizados em 2020.

 

Com a melhoria da sinalização, o Porto de Luanda pretende assegurar a navegação das embarcações dentro e nos arredores da baía de Luanda, disse hoje à Angop o administrador Comercial e de Tecnologia de Informação, Manuel Zangui (na foto).

Consta também dos projectos da empresa para o ano que se avizinha, dinamizar o sistema comunitário portuário (port community system) e efectivar a interligação do sistema informático entre os parceiros.

Estes projectos, segundo a fonte, que falou à Angop a propósito do 8º conselho consultivo da companhia realizado nessa quarta-feira (4), são de implementação imediata a partir de 2020. “ Quanto a sua duração, dependerá do envolvimento dos parceiros bem como dos recursos financeiros disponíveis”.

Manuel Zangui disse que os projectos constituem conclusões saídas do conselho e, assim sendo, a sua quantificação carecerá de estudos e consulta junto de empresas especializadas a partir de Janeiro de 2020.

Sob o tema “Porto de Luanda e os desafios da modernização”, o evento contou com a participação de 84 membros da comunidade portuária e nele foram analisados assuntos “Plano Director Geral do Porto de Luanda, Plano de Ordenamento Portuário, Plano de Emergência e Contingência do Porto de Luanda, bem como os constrangimentos comuns à comunidade e eventuais soluções”.

O Conselho Consultivo tem como objectivo primordial analisar assuntos sobre a gestão e exploração dos serviços portuários, as acessibilidades e infra-estruturas portuárias, bem como o apoio e participação na definição das linhas gerais de actuação.

O órgão é presidido pelo presidente do Conselho de Administração do Porto de Luanda e integra representantes do Instituto Marítimo Portuário de Angola (IMPA), Administração Geral Tributária (AGT), Conselho Nacional de Carregadores (CNC), Governo da Província de Luanda, agentes de navegação, despachantes oficiais, importadores e exportadores, concessionários dos terminais e de operações portuários e a Associação Industrial de Angola (AIA).

fonte
 


 



Data: 2019-12-15

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)