Início > Artigo > Portos moçambicanos poderão manusear mais de 50 milhões de toneladas este ano



Portos moçambicanos poderão manusear mais de 50 milhões de toneladas este ano


Os portos moçambicanos poderão ultrapassar a expectativa de manusear 50 milhões de toneladas de carga este ano, como resultado da modernização das infraestruturas, disse à Lusa fonte do Ministério dos Transportes e Comunicação.

O aumento do número de carga manuseada está ligado à aquisição de carruagens e locomotivas para o reforço da capacidade do transporte ferroviário de passageiros e carga, referiu a mesma fonte.

Falando à imprensa momentos após um evento em Maputo, capital moçambicana, o ministro dos Transportes e Comunicação, Carlos Mesquita, reconheceu que o setor precisa de melhorar a eficiência e competitividade, apostando na capacidade de manuseamento e equipamento rolante, como vagões e carruagens.

"A reforma legal em curso deverá prosseguir, sendo urgente a aprovação de Lei Portuária, em elaboração", afirmou, na sexta-feira, Carlos Mesquita, acrescentando que os portos devem apostar na cabotagem para circulação de mercadorias internamente, aproveitando a costa do país.

Em 2018, os portos moçambicanos manusearam cerca de 46 milhões de toneladas de carga.


 



Data: 2019-06-19

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)