Início > Artigo > Big data será a tecnologia digital com mais impacto na indústria marítima



Big data será a tecnologia digital com mais impacto na indústria marítima


O big data, a tecnologia blockchain e a Internet das coisas são os aspectos da digitalização que mais impacto terão na indústria marítima nos próximos 10 anos, segundo o Global Maritime Issues Monitor 2018, um relatório feito com base na consulta a executivos do sector em mais de 50 países sobre 17 questões.

Segundo o documento, o big data é o aspecto com maior possibilidade de se consolidar na indústria e o que mais impacto terá no transporte marítimo. Para os inquiridos, menor importância deve ser atribuída a outros aspectos da digitalização, como a inteligência artificial, a navegação autónoma e a robótica, cujo impacto só se deverá fazer sentir a longo prazo.

Em todo o caso, segundo se entende, o real valor do big data só será verdadeiramente apercebido pela indústria quando combinado com a inteligência artificial, a qual, tenderá a ser a tecnologia digital capaz de absorver e gerar mais valor para o sector num prazo de 15 a 20 anos.

Também de acordo com o relatório, das grandes questões globais susceptíveis de maior impacto na indústria marítima, destacam-se a crise económica global, as flutuações dos preços da energia e os ataques informáticos e roubo de dados. As de menos importância são a corrupção persuasiva, o aumento da pirataria e a transferência de espécies invasivas (designadamente, por via das águas de lastro).

No plano da descarbonização, o documento considera que as questões de maior impacto serão a eficiência energética, as estratégias e tecnologias escolhidas para redução de emissões e a incerteza regulatória.

fonte


 



Data: 2019-03-31

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Francisca Chambal

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Robledo Gioia

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Abertura do Painel I - Lídia Sequeira

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Adriano Rosamonte

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Augusto Fernando Cabi

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Madalena Neves

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Fernando Nunes da Silva

 Congresso Intercalar Portos CPLP - Rio de Janeiro – Domingos Fortes (1)

 “EXPERIÊNCIA DO PORTO DE LEIXÕES NA FORMAÇÃO PORTUÁRIA”- Matos Fernandes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP – Menção Honrosa a Lima Torres

 IV Encontro de Portos da CPLP - Sessão de encerramento - Franklim Spencer

 “GEOPOLÍTICA DO MAR” - Carlos Manuel Mendes Dias (1)

 Novo Porto do Dande - Domingos Fortes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP - Franklin Spencer

 «Há muito potencial de crescimento nas relações comerciais Portugal/Brasil» (1)

 Porto de Luanda - 1955

 III Encontro de Portos da CPLP - Adalmir José de Sousa

 III Encontro de Portos da CPLP – Apresentação da Mesa de Honra

 III Encontro de Portos da CPLP - Estudo de mercado - (13) – Debate

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família