Início > Artigo > Pescar menos e com mais qualidade pode gerar benefícios de 83 mil milhões de dólares



BANCO MUNDIAL

Pescar menos e com mais qualidade pode gerar benefícios de 83 mil milhões de dólares


Um estudo do Banco Mundial revela que pescar menos, mas com mais qualidade, pode gerar benefícios médios de 83 mil milhões de dólares por ano para o sector pesqueiro.

 

O dinheiro é essencial para países em desenvolvimento e para melhorar a segurança alimentar global. Segundo o órgão, reduzir a pesca no mundo permite que os stocks de peixes se recuperem da super-exploração.

Assim, os peixes conseguem ganhar mais peso e valer mais no mercado, gerando lucros financeiros entre US$ 3 mil milhões e US$ 86 mil milhões. Com os stocks de peixe mais saudáveis, a demanda global pelo pescado será alcançada e a segurança alimentar pode melhorar em muitos países.

Segundo o Banco Mundial, o estudo confirma que "aliviar um pouco a situação dos oceanos realmente traz benefícios", não só para o ecossistema mas também para a redução da pobreza.

O estudo menciona experiências de sucesso no Peru, no Marrocos, nas ilhas do Pacífico e em países da África Ocidental. Essas nações mostraram ser possível reduzir a sobre-pesca e, ao mesmo tempo, melhorar a renda das populações de áreas costeiras.

Cerca de 90% das zonas pesqueiras monitorizadas pela agência da ONU para Agricultura e Alimentação, FAO, estão com a capacidade esgotada ou existe sobre-pesca.

Os peixes também sofrem as pressões da poluição, do desenvolvimento costeiros e dos impactos da mudança climática. O Banco Mundial tem vários projectos para ajudar os países a melhorar o maneio dos seus sectores de pesca e promover a sustentabilidade.

fonte


VEJA UMA PLAYLIST COM DEZENAS DE VÍDEOS DO LOBITO, CATUMBELA E BENGUELA, CLICANDO NA IMAGEM

Lobito 2013 NO FACEBOOK - CENTENAS DE FOTOS E VÍDEOS



Data: 2017-02-17

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alberto Bengue, Presidente da APANG

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alcídio Nascimento

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Ted Lago

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Fátima Alves

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Nuno Araújo

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Lucas Rênio

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Francisca Chambal

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Robledo Gioia

 VI CONGRESSO DA APLOP - Abertura do Painel I - Lídia Sequeira

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Congresso Intercalar Portos CPLP - Rio de Janeiro – Domingos Fortes (1)

 “EXPERIÊNCIA DO PORTO DE LEIXÕES NA FORMAÇÃO PORTUÁRIA”- Matos Fernandes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP – Menção Honrosa a Lima Torres

 IV Encontro de Portos da CPLP - Sessão de encerramento - Franklim Spencer

 “GEOPOLÍTICA DO MAR” - Carlos Manuel Mendes Dias (1)

 Novo Porto do Dande - Domingos Fortes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP - Franklin Spencer

 «Há muito potencial de crescimento nas relações comerciais Portugal/Brasil» (1)

 Porto de Luanda - 1955

 III Encontro de Portos da CPLP - Adalmir José de Sousa

 III Encontro de Portos da CPLP – Apresentação da Mesa de Honra

 III Encontro de Portos da CPLP - Estudo de mercado - (13) – Debate

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família