Início > Artigo > Administração do canal do Suez reduz desconto para navios a GNL



Administração do canal do Suez reduz desconto para navios a GNL


As taxas de utilização do Canal Suez não deverão sofrer alteração em 2015, excepto a redução no desconto a navios com propulsão a GNL, assinalou a autoridade do canal.

De acordo com o presidente da Autoridade, Mohab Mahmish, em entrevista, o desconto para os navios GNL foi fixado em 25%, contra os 35% praticados em 2014. Essa taxa de desconto estava em vigor desde 1994.

A infra-estrutura é considerada estratégica por ser a rota de navegação mais rápida entre a Europa e a Ásia, e é tida como um barómetro para o comércio internacional. Mamish assinalou que em 2014 as receitas do canal rondaram os 5.450 milhões dólares, mais 6,8% do que no ano anterior.

O responsável disse ainda que a tonelagem total que passou no canal em 2014 foi de 962,7 milhões de toneladas.

fonte




Data: 2015-02-09

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

  Portos do Brasil - NEWS

 Portos de Cabo Verde – News

 Portos de Moçambique – News

 Portos de Angola – News

 Portos de Portugal – News

 XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 - Disponíveis todas as apresentações

 XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 | Playlist com 23 vídeos no Youtube

 Acórdãos e Avisos da ANTAQ + Legislação avulsa

 Clipping com a actualidade dos portos brasileiros

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alberto Bengue, Presidente da APANG

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Miguel Matabel

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alcídio Nascimento

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Ted Lago

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Fátima Alves

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Nuno Araújo

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Lucas Rênio

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)