Início > Artigo > A viagem de um português pela Indonésia



MAR DAS ESPECIARIAS

A viagem de um português pela Indonésia


"Mar das Especiarias" é um livro fascinante que combina o melhor da narrativa de viagens com uma aventura em busca de uma herança com séculos de existência. Quase quinhentos anos depois de os primeiros portugueses terem chegado às ilhas Molucas, Joaquim Magalhães de Castro embarca numa viagem de contornos e sabores exóticos com o objectivo de seguir o rasto dos nossos antepassados no arquipélago indonésio. O resultado da investigação é um reencontro surpreendente de culturas distantes, mas indubitavelmente partilhadas. Mar das Especiarias é assim uma obra que assume verdadeira importância na divulgação do nosso património colectivo e que se lê com imensa curiosidade e prazer.
 


"Mar das Especiarias" em destaque na "Revista de Marinha"

O autor, Joaquim Magalhães de Castro, é jornalista freelancer, fotógrafo e investigador da História da Expansão Portuguesa. Natural de Santa Maria da Feira, licenciado em História, reside, habitualmente, em Macau, colaborando nos orgãos da comunicação social locais e nas revistas portuguesas "Up", "Tempo Livre", "Notícias", "Sábado", "Volta ao Mundo" e na "Magazine - Grande Informação", já desaparecida, mas de saudosa memória. É autor de documentários televisivos e de vários livros, designadamente sobre os luso-descendentes na Birmânia e, muito recentemente, sobre a presença portuguesa no Nepal.

Com o apoio da Fundação Oriente, entre Junho e Setembro de 2005, o autor viajou pelo Leste da Indonésia: esteve nas Ilhas de Sunda Meridionais, na Ilha das Flores, em Solor e Adonara, em Timor, nas Molucas, em Amboino, Ternate e Tidor, e por fim, nas Celebes, em Macassar. Muito terá ficado por ver, por investigar; mas numa narrativa de viagem, o autor, com um notável espírito de aventura, refere-nos a existência de uma herança cultural com séculos, embora por nós, Portugueses, há muito esquecida.

Os Portugueses terão aportado às "ilhas do trato" em 1511, logo após a conquista de Malaca, por Afonso de Albuquerque, nesse mesmo ano, à frente de uma poderosa frota de dezoito velas. A partir do século XVII, os holandeses, mais numerosos, melhor equipados e mais bem organizados, instalam-se em Java donde irradiam, ocupando muitas das antigas posições Portuguesas. Em muitos locais terá sido assim, uma presença efectiva inferior a um século. Mas, contra todas as adversidades, a influência portuguesa enraizou-se ao longo de uma vasta área, com especial destaque nas Ilhas de Sunda Menores, e no Mar de Banda, estando presente na língua, na música, na gastronomia, nos trajes e nas lendas, enfim, na cultura, e até nos traços fisionómicos de muitos Pareiras, Dasilvas, Waas (Vaz) e Sakera (Sequeira). A religião cristã continua presente com festas religiosas e confrarias muito semelhantes às que existiriam no Portugal do século XVI.

O livro tem um prefácio de Ana Gomes, Embaixadora de Portugal em Jacarta, de 1999 a 2003, e outro do Embaixador António Pinto da França, diplomata que foi Encarregado de Negócios na Indonésia, de 1965 a 1970, e que na altura escreveu a obra Portuguese Influence in Indonésia, a que o autor muitas vezes se refere. O "Mar das Especiarias" foi impresso em Lisboa, em Abril de 2009, por iniciativa da Editorial Presença, tem 240 páginas e está ilustrado com numerosas fotografias.

Muito apreciamos a leitura deste livro, que, vivamente, a todos recomendamos, neste período letárgico e de baixa auto-estima em que vivemos; importa divulgar o prestígio de que Portugal ainda hoje goza na Ásia, o que não é fácil explicar, tantos séculos decorridos após a nossa presença naquele Continente, agora em acelerado desenvolvimento.

"Mar das Especiarias" está à venda no circuito comercial das livrarias, com o preço de capa de 16€. Poderá ainda ser obtido directamente junto do autor, através do t/m 918 926 124 ou do e-mail aolume@yahoo.com .



 




Data: 2012-01-27

Artigos relacionados:

  • Porto de Maceió recebe visita ministerial
  • Salvador receberá os maiores porta-contentores do mundo
  • Uma Viagem à Índia
  • A origem dos mares
  • CPLP com problemas de financiamento para executar Programa Integrado de Cooperação
  • Tecon de Salvador recebe novos equipamentos
  • APLOP no Facebook
  • Vídeo institucional do Porto de Maputo
  • Investigadores de Cabo Verde e da Alemanha trocam experiências

  •  Vídeo

    Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

      Portos do Brasil - NEWS

     Portos de Cabo Verde – News

     Portos de Moçambique – News

     Portos de Angola – News

     Portos de Portugal – News

     XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 - Disponíveis todas as apresentações

     XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 | Playlist com 23 vídeos no Youtube

     Acórdãos e Avisos da ANTAQ + Legislação avulsa

     Clipping com a actualidade dos portos brasileiros

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alberto Bengue, Presidente da APANG

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Miguel Matabel

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alcídio Nascimento

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Ted Lago

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Fátima Alves

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Nuno Araújo

     XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Lucas Rênio

     VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

     IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

     IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

     Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

     Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

    Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)