Início > Moçambique

MOÇAMBIQUE

Coreia do Sul vai enviar barco patrulha para proteger a plataforma flutuante

A Coreia do Sul quer proteger a Plataforma Flutuante que se prepara para explorar e exportar gás natural na Bacia do Rovuma. Para o efeito, vai enviar um barco patrulha. A informação foi avançada depois de um encontro entre o enviado sul-coreano e o Presidente da República.

Os ataques terroristas nunca tinham sido classificados como uma ameaça ao projecto de exploração de gás natural, através de uma plataforma flutuante instalada no alto mar, na Bacia do Rovuma, em Cabo Delgado. Entretanto, depois de um encontro com o Presidente da República, no Quénia, a Coreia do Sul avançou, através do seu enviado especial, que será alocada uma embarcação para proteger o investimento.

MOÇAMBIQUE

CFM investe 3 milhões de dólares para tornar o Porto de Quelimane mais competitivo

A empresa Porto e Caminhos de Ferro de Moçambique investiu este ano cerca de três milhões de dólares em operações de dragagem para tornar o Porto de Quelimane mais competitivo, tendo alcançado a profundidade entre 4 e 5 metros de balizagem no porto e entre seis e sete metros no canal de acesso.

O anúncio foi feito pelo Presidente do Conselho de Administração daquela empresa, Miguel Matabel, que falava com o empresariado da região sobre as potencialidades de negócios existentes no porto de Quelimane, realçando que a infraestrutura está pronta para manusear carga de navios com capacidade até 10 mil toneladas métricas bruto.

Directório Moçambique 2022 da CCPM

Está disponível o Directório Moçambique 2022 da CCPM.

A apresentação do Directório decorreu recentemente no Centro Cultural Português em Moçambique, contando com a presença de João Neves, Secretário de Estado da Economia de Portugal e da Delegada da AICEP em Moçambique, Alexandra Ferreira Leite.

MOÇAMBIQUE

CFM Projecta Mais Investimentos Para Responder aos Novos Desafios de Logística

A empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM) quer continuar, este ano, a investir em activos ferro-portuários ligados a infra-estruturas, bem como no incremento do material circulante para todos os corredores sob sua gestão.

Na zona Sul, a companhia aponta como um dos grandes desafios para este ano fazer face à concorrência da rodovia no Corredor de Maputo, através da provisão de mais meios circulantes e na duplicação da linha de Ressano Garcia.

MOÇAMBIQUE

Modernização do Porto de Maputo Poderá Contribuir com 345 Milhões de Dólares Anuais até 2058

Um estudo elaborado pela consultora Cooningarth Economists, em parceria com o Standard Bank, estima que a modernização e expansão do Porto de Maputo, responsável por mais de 60% do tráfego de mercadorias do Corredor Logístico de Maputo (CLM), resultará num contributo anual de cerca de 345 milhões de dólares para o Produto Interno Bruto (PIB) até 2058, e terá ainda impactos macroeconómicos mais amplos na vertente de receitas fiscais, criação de emprego, rendimento das famílias e fluxos comerciais.

Moçambique considerado geoestratégico para prover soluções logísticas para o mundo

O vice-ministro dos Transportes e Comunicações, Amilton Alisson, considerou, em Maputo, que Moçambique é um país geoestratégico para prover soluções logísticas para a região e o mundo.

Amilton Alisson, que falava no contexto da abertura do Fórum Económico da Câmara do Comércio Árabe-Moçambicana, defendeu o seu posicionamento afirmando que os portos de Moçambique combinados com uma malha ferroviária e rodoviária colocam o país como um nó logístico de referência para as principais rotas marítimas do mundo.

MOÇAMBIQUE

Petromoc avança com a expansão do terminal oceânico de Pemba

O PROJECTO de Expansão e Modernização do Terminal Oceânico de Pemba não apresenta questões fatais que inviabilizem a sua implementação. Esta é, pelo menos, a principal conclusão avançada pelo estudo de pré-viabilidade ambiental e definição de âmbito.

O trabalho realizado por uma empresa especializada, denominada “EnAmbiente”, recomenda, entretanto, que se prossiga com estudos ambientais de modo a detalhar os aspectos identificados e a estabelecer medidas necessárias para a redução de impactos negativos e maximização dos efeitos positivos.

MOÇAMBIQUE

Porto de Maputo desenvolve projecto de emprego inclusivo

O Porto +, um projecto de emprego inclusivo que, para a MPDC, não é de todo um projecto de responsabilidade social mas sim de uma singela contribuição para a criação da sociedade onde queremos viver. De uma sociedade que queremos ajudar a construir. Uma sociedade construída na base de valores como o respeito, amor e respeito pelo próximo. Uma sociedade que não deixa lugar para a discriminação e o ódio.

MOÇAMBIQUE

Nacala Logistics alcança mais um record de descargas

A empresa Nacala Logistics anunciou recentemente mais um record nas suas operações de descarga no Porto de Nacala-a-Velha, referente às actividades do mês de Julho.

MOÇAMBIQUE

Comboios dos CFM passam a circular na África do Sul

OS comboios de carga da empresa Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM) e da congénere sul-africana, a Transnet Freight Rail (TFR), passarão a circular em cada um dos países, numa operação considerada histórica.
As composições dos CFM movimentar-se-ão em território do país vizinho até à zona de Belfast, enquanto as da TFR circularão até ao Porto de Maputo.
Para a concretização da operação, as duas companhias ferroviárias rubricaram, em Maputo, um acordo que permite a eliminação de fronteiras na circulação de comboios nos dois países.

SEM DESCURAR INFRA-ESTRUTURAS:

CFM mantém aposta em meios circulantes

A EMPRESA Portos e Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM) quer continuar, este ano, a investir em activos ferro-portuários ligados a infra-estruturas, bem como no incremento do material circulante para todos os corredores sob sua gestão.

Na zona Sul, a companhia aponta como um dos grandes desafios para este ano fazer face à concorrência da rodovia no Corredor de Maputo, através da provisão de mais meios circulantes e na duplicação da linha de Ressano Garcia.

MOÇAMBIQUE

«Industrialização: Inovação e Diversificação da Economia Nacional» é o lema da 57.ª Edição FACIM

Sob o lema “Industrialização: Inovação e Diversificação da Economia Nacional”, o Ministério da Indústria e Comércio através da Agência para a Promoção de Investimento e Exportações organiza a 57.ª Edição da Feira Internacional de Maputo.

A realização da Feira Internacional de Maputo está prevista para os dias 29 de Agosto a 04 de Setembro, no Centro Internacional de Feiras e Exposições de Ricatla, no Distrito de Marracuene, Província de Maputo prevendo acolher num único espaço, todos os sectores económicos à escala nacional e internacional.

Moçambique quer experiências inovadoras para pesca sustentável

Moçambique está preocupado por haver dois extremos na captura de pescado: a pesca familiar e a pesca abusiva. Este mês, uma ronda da 5ª. Conferência Intergovernamental em Nova Iorque debaterá o tratado de protecção da biodiversidade do alto mar.

Para a Ministra do Mar, Águas Interiores e Pescas, Lídia Cardoso, o país precisa de se inspirar em exemplos internacionais. Além de resolver estas questões, a ideia é preservar o oceano e melhorar a qualidade de vida das populações que vivem do mar.

MOÇAMBIQUE

Magala quer modernizar Corredor de Maputo

O MINISTRO dos Transportes e Comunicações, Mateus Magala, apontou a necessidade de ampliação e modernização de algumas infra-estruturas, do Corredor do Maputo, bem como a formação dos agentes do Estado para a melhoria da qualidade de serviços.

Para o efeito, Magala criou uma equipa multissectorial composta por representantes das instituições do Estado, intervenientes no Corredor de Maputo e gestores das infra-estruturas de transporte para trabalhar na definição de acções específicas e prazos de execução.

BEIRA, MOÇAMBIQUE

Cornelder inaugura novo lote de equipamentos

Decorreu recentemente, no Cais 2-3 do Porto da Beira, a cerimónia de inauguração do novo lote de equipamento de manuseamento portuário e de um sistema informático designado C-Gate. O evento foi presidido pelo Ministro dos Transportes e Comunicações.

O conjunto de novos e modernos equipamentos de utilidade portuária, adquiridos pela CdM, é composto por empilhadeiras de longo alcance, tratores de terminal, escavadoras, equipamentos de elevação, entre outros, representando um investimento de cerca de 10 milhões de dólares americanos.

Transitex intensifica trocas comerciais entre Moçambique e Índia

A Transitex abriu, recentemente, um escritório na Índia, com o objectivo de impulsionar trocas comerciais entre Moçambique e o país asiático. A empresa refere que o carvão e o feijão são alguns dos principais interesses da Índia em Moçambique.

Trata-se de um operador logístico e transitário especializado no transporte internacional de carga porta-a-porta. Com uma nova instalação na Índia, a Transitex pretende fortificar as trocas de bens e produtos entre Moçambique e o país da Ásia.

MOÇAMBIQUE

Guerra russo-ucraniana afecta actividades no Porto da Beira

A guerra entre a Rússia e a Ucrânia está a afectar as actividades no Porto da Beira, pois o volume de carga manuseada de Março até princípios deste mês diminuiu 5%, comparativamente a igual período nos últimos dois anos.

Em 2021, o Porto da Beira registou volumes record ao manusear 278 mil contentores, contra 255 mil manejados em 2020. Ao nível do terminal de carga geral, foram manuseadas, em 2021, 3,3 milhões de toneladas, contra 3,1 milhões de toneladas registadas em 2020.

MOÇAMBIQUE

Maleiane exige combate cerrado aos crimes marítimos

O Conselho de Administração do Instituto Nacional do Mar (INAMAR) deve melhorar a fiscalização e o controlo do mar, bem como elaborar estratégias para a exploração sustentável dos recursos marinhos. A exigência é do Primeiro-ministro, Adriano Maleiane, feita ao novo PCA do INAMAR, Isaías Mondlane.

Isaías Elísio Mondlane é o novo presidente do Conselho de Administração do recém-criado Instituto Nacional do Mar, em substituição do Instituto Nacional da Marinha, que tinha limitações na sua área de actuação.

Moçambique espera movimentar 83 milhões de toneladas de carga nos portos nacionais até 2024

O país espera aumentar a quantidade de carga manuseada nos portos nacionais, de 48 milhões de toneladas registadas ano passado para 83 milhões de toneladas até 2024, esperando-se que o corredor de Maputo contribua com cerca de 22 milhões de toneladas.

Gás natural coloca Moçambique num lugar privilegiado no mercado global

O Director de Projectos e Desenvolvimento, no Instituto Nacional de Petróleo, Nazário Bangalane, defende que o gás natural de Moçambique pode ser usado como alternativa no processo de transição energética mundial.

Nazário Bangalane falava à Rádio Moçambique após participar num painel que discutiu em Estocolmo, na Suécia, o tema “Transição Justa- O Caminho para um planeta saudável para a prosperidade de Todos”.

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

  Portos do Brasil - NEWS

 Portos de Cabo Verde – News

 Portos de Moçambique – News

 Portos de Angola – News

 Portos de Portugal – News

 XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 - Disponíveis todas as apresentações

 XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 | Playlist com 23 vídeos no Youtube

 Acórdãos e Avisos da ANTAQ + Legislação avulsa

 Clipping com a actualidade dos portos brasileiros

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alberto Bengue, Presidente da APANG

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Miguel Matabel

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alcídio Nascimento

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Ted Lago

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Fátima Alves

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Nuno Araújo

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Lucas Rênio

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)