Início > MACAU - CHINA

Parcerias estratégicas da China impulsionam iniciativa Faixa e Rota

As parcerias estratégicas que a China tem firmado nas últimas décadas, nomeadamente com a maioria dos países de língua portuguesa, são um factor de impulso da iniciativa Faixa e Rota (FR), segundo os investigadores Yichao Li e Mário Barbosa Vicente.

Em artigo no recém-publicado livro “Iniciativa Faixa e Rota: Um antigo arquétipo de um novo modelo de desenvolvimento”, os investigadores referem que, dos nove países de língua oficial portuguesa, cinco têm simultaneamente parcerias estratégicas com a China e documentos de cooperação relacionados a FR – Portugal, Moçambique, Timor-Leste, Angola e Guiné Equatorial.

Comércio entre China e países de língua portuguesa cresce 1,55% em 2019

O valor do comércio entre a China e os países de língua portuguesa cresceu 1,55% em 2019 ao ter-se situado em 149 639 milhões de dólares, segundo dados oficiais chineses divulgados pelo Fórum de Macau.

A China exportou no ano transacto para os oito países de língua portuguesa bens no valor de 44 064 milhões de dólares, com um crescimento de 5,30%, tendo importado daqueles mesmos países mercadorias no valor de 105 574 milhões de dólares, registando dessa forma um défice comercial de 61 510 milhões de dólares.

NESTE PRIMEIRO TRIMESTRE

Coronavírus pode provocar rombo de 6 milhões de TEU nos portos chineses

Os volumes de carga contentorizada nos portos chineses poderão sofrer um impacto negativo de cerca de seis milhões de TEU no primeiro trimestre do presente ano, tudo devido à ameaça – cada vez mais global – do coronavírus. Recorde-se que os portos chineses permanecem abertos ao comércio, com excepção dos de Wuhan (foco do surto), que movimentaram 1,7 milhão de TEU em 2019.

China International Import Expo 2020

A terceira edição da "China International Import Expo (CIIE) Enterprise & Business Exhibition" realiza-se entre 5 e 10 de novembro de 2020, em Xangai.

Criação do Fórum de Macau permite crescimento exponencial do comércio entre os países-membros

O valor das trocas comerciais entre a China e os países de língua portuguesa aumentou 12 vezes desde a criação do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau), em 2003, salientou a secretária-geral do Secretariado Permanente, Xu Yingzhen, em declarações ao Jornal Tribuna de Macau.

China quer reforçar cooperação comercial com Angola via Macau

O encarregado de Negócios da embaixada da China em Angola, Li Bin, defendeu, em Luanda, a criação de uma nova plataforma comercial, através de Macau, para o aprofundamento da cooperação com Angola.

Em declarações à imprensa no quadro do 20º aniversário do retorno de Macau à China, o diplomata afirmou que devido às semelhanças culturais e do sistema jurídico-financeiro, bem como a ligação de Macau com os países lusófonos, torna-se mais fácil reforçar o investimento de ambos os países.

Parceria azul entre a China e os países de língua portuguesa debatida em Pequim

Uma parceria azul entre a China e os países de língua portuguesa esteve em debate na Universidade de Economia e Negócios Internacionais (UIBE), em Pequim, num encontro que reuniu cerca de 200 pessoas, entre especialistas, académicos, diplomatas e empresários.

O primeiro embaixador da China na Organização Mundial do Comércio e ex-vice-ministro chinês do Comércio, Sun Zhenyu, disse que, no âmbito do Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa (Macau), é possível uma construção conjunta da Rota da Seda Marítima no Século 21, na qual é promovida a utilização de recursos marinhos e o desenvolvimento de indústrias marinhas emergentes.

Feira Internacional de Macau e Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa têm início esta quinta-feira

A 24.ª Feira Internacional de Macau (24.ª MIF) e a Exposição de Produtos e Serviços dos Países de Língua Portuguesa (Macau) 2019 (2019PLPEX) irão coordenar-se e articular-se com as políticas de desenvolvimento da China, acompanhando de perto as novas tendências internacionais de investimento, disse a presidente do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau.

Auto-estrada de 2 mil quilómetros vai ligar China à Europa

A auto-estrada tem um custo estimado de 600 mil milhões de rublos e dará um forte impulso ao projeto internacional de infraestruturas lançado em 2013 pela China "Uma Faixa, Uma Rota".

O Governo russo já deu luz-verde à construção de uma auto-estrada com cerca de 2 mil quilómetros que vai possibilitar a ligação rodoviária entre a China e a Europa. De acordo com a CNN, a auto-estrada denominada "meridiano" vai ter início na fronteira da Rússia com o Casaquistão. Quanto concluída, será a via mais curta para transportar bens e pessoas entre a China e a Europa.
 

China já marca presença em oito infra-estruturas portuárias de língua portuguesa em África

É clara e crescente a presença da China em projectos portuários de língua portuguesa, quer concluídos, quer anunciados: a informação foi avançada pelo Centro de Estudos Estratégicos Internacionais (sigla inglesa CSIS), que fez um levantamento e concluiu, em solo africano, que são já oito os portos dos PALOP em que a China marca ou marcará presença, seja enquanto entidade construtora ou até mesmo financiadora.

Países africanos procuram nova relação comercial com a China

O país asiático tornou-se, em 2009, o maior parceiro comercial de África. Pelas estatísticas chinesas, em 2018, o comércio China-África somou 204 mil milhões de dólares (179 mil milhões de euros), um crescimento homólogo de 20%.

DE 17 A 19 DE OUTUBRO

Feira Internacional de Macau

A Câmara de Comércio e Indústria Luso-Chinesa (CCILC), dá conta da realização da Feira Internacional de Macau (MIF), organizada pelo Instituto de Promoção do Comércio e Investimento de Macau (IPIM), entre os dias 17 e 19 de Outubro, no Venetian Macao Resort Hotel.

Na sua 24ª edição, é já um dos mais relevantes eventos internacionais em Macau, tendo em conta o seu funcionamento enquanto plataforma de cooperação com o interior da China, nomeadamente a região do Delta do Rio das Pérolas, e promoção do comércio multilateral, com especial atenção para os Países de Língua Portuguesa (PLP).

Portugal deve aproveitar as oportunidades da iniciativa chinesa «Faixa e Rota»

Portugal deve aproveitar as oportunidades de desenvolvimento proporcionadas pela iniciativa “Faixa e Rota”, à semelhança do que Macau irá fazer, disse dia 14 em Lisboa o Chefe do Executivo de Macau.

Chui Sai On, que discursava numa recepção oferecida pelo governo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM) em Lisboa, no âmbito da visita oficial a Portugal, recordou que a China e Portugal são bons amigos e parceiros e que a Parceria Estratégica Global estabelecida entre os dois está a ser aprofundada.

China lança coligação verde para «Uma Faixa, Uma Rota»

A China lançou oficialmente a Coligação Internacional para o Desenvolvimento Verde (CIDV) do projecto «Uma Faixa, Uma Rota», refere o Safety4Sea. O objectivo é promover a componente de sustentabilidade ambiental das múltiplas infra-estrutras associadas ao projecto «Uma Faixa, Uma Rota», sob pena de se registarem impactos ambientais muito negativos e comprometedores para os países abrangidos pela iniciativa e que já ascendem a várias dezenas.

Chui Sai On aborda papel de Macau na Faixa e Rota

Macau deve aproveitar as oportunidades oferecidas pela construção da iniciativa “Faixa e Rota” para aprofundar o intercâmbio cultural e humano e promover o entendimento entre os povos através da criação de uma plataforma de intercâmbio, disse, em Pequim, o Chefe do Executivo de Macau.

Chui Sai On fez as declarações durante um debate integrado no 2.º Fórum “Faixa e Rota” para a Cooperação Internacional.

Suíça vai aderir ao Projecto «Uma Faixa, Uma Rota»

A Suíça prepara-se para concluir o acordo para aderir ao projecto chinês «Uma Faixa, Uma Rota» (também conhecido por One Belt, One Road, ou Belt and Road Initiative), aproveitando para o efeito a deslocação do seu Presidente, Ueli Maurer, à China, nos dias 28 e 29 de Abril, acompanhado por uma delegação de empresários e representantes do meio financeiro, refere o Safety4Sea.

Portos de Moçambique, Angola e São Tomé e Príncipe ligados à iniciativa chinesa Faixa e Rota

Os portos de Moçambique, Angola e São Tomé e Príncipe ficarão ligados à iniciativa chinesa “Faixa e Rota”, que terá um “nó central” na África Oriental, escreve o investigador Paul Nantulya.

O investigador, em estudo para o Africa Centre for Strategic Studies, afirmou que a África Oriental, enquanto “nó central” na estratégia chinesa, ficará ligada por “portos projectados e/ou em funcionamento, oleodutos, caminhos-de-ferro e centrais eléctricas construídas e financiadas por empresas e credores chineses.”

Comércio da China com «One Belt, One Road» aumentou 16,3% em 2018

Em 2018, o comércio entre a China e os países situados ao longo do projecto Uma Faixa, Uma Estrada (One Belt, One Road, como é mais conhecida) totalizou 1,1 triliões de euros, mais 16,3% do que no ano anterior e mais 3,7% do que o crescimento do volume comercial da própria China, de acordo com o ministro chinês do Comércio, citado pelo Maritime Executive.

Valor do comércio entre a China e países de língua portuguesa supera 134 mil milhões de dólares de Janeiro a Novembro de 2018

O valor das trocas comerciais entre a China e os oito países de língua portuguesa ascendeu a 134 981 milhões de dólares no período de Janeiro a Novembro de 2018, um aumento homólogo de 25,27%, segundo dados oficiais chineses divulgados pelo Fórum de Macau.

Nos primeiros 11 meses do ano a China exportou bens no valor de 38 311 milhões de dólares (um aumento homólogo de 16,10%) e importou mercadorias cujo valor atingiu 96 669 milhões de dólares (+29,31%), assumindo um défice comercial de 58 358 milhões de dólares.

PORTUGAL

Embaixador da China visitou o Porto de Leixões

O embaixador da República Popular da China, Cai Run, visitou dia 17 de Janeiro a infraestrutura portuária da Leixões, no âmbito de uma deslocação alargada ao concelho de Matosinhos. A comitiva do diplomata chinês, que integrava também o cônsul, foi recebida pelo conselho de administração da APDL que a conduziu numa visita ao Porto de Leixões, ao Terminal de Cruzeiros e à Plataforma Logística.

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012

Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012