Início > FUTURO

Navio ro-ro testa vela de asa em condições reais de operação

A Michelin e a Companhia Marítima Nantaise - MN acabam de assinar um acordo de parceria para testar a vela de asa em condições reais de operação na navegação marítima comercial. Um navio porta-contêineres ro-ro será equipado com o sistema wing sail no segundo semestre. A partir do final do ano, duas rotas semanais entre Espanha e Grã-Bretanha vão operar com um protótipo de asa com uma superfície de 100m² no navio “MN Pélican”.

Os humanos vão ter sempre oxigénio. A vida marinha pode não ter a mesma sorte

Não há nada mais fundamental para os humanos do que a disponibilidade de oxigénio. Damos pouca atenção ao oxigénio de que precisamos, apenas respiramos, mas de onde é que ele vem?

Para esclarecer isto, afirmações como “o oceano fornece 50% do oxigénio que respiramos”, tornaram-se mantras comuns para destacar a dependência humana do oceano e o risco de menor fornecimento de oxigénio devido às alterações climáticas e degradação ambiental.

Este ferry leva 300 passageiros e não polui nada

Arrancou a produção, na Alemanha, de um catamarã eléctrico cuja energia é garantida por painéis fotovoltaicos. O ferry terá capacidade para transportar 300 passageiros e não vai ser caso único.

VEJA O VÍDEO

DIGITALIZAÇÃO PORTUÁRIA - A experiência do Porto de Sines (Portugal) com a Janela Única Logística

Com o objectivo de gerar conhecimento aos dirigentes e profissionais que atuam ou possuem interesse em temas afetos a gestão portuária, o CIDESPORT ENTREVISTA apresenta nesta Live o tema DIGITALIZAÇÃO PORTUÁRIA: A experiência do Porto de Sines (Portugal) com a Janela Única Logística (JUL). Entrevista a CLÁUDIO PINTO, Chefe da Divisão de Tecnologias e Sistemas da APS (Autoridade Portuária de Sines) e Coordenador do Projecto JUL (Janela Única Logística) pela APP (Associação de Portos de Portugal).

Navio-laboratório maior que o Titanic será lançado em 2025

O navio de exploração Earth 300, fabricado pela empresa Iddes Yacht, tem 300 metros de comprimento — maior que o Titanic — e contará com 22 laboratórios de ponta equipados com Inteligência Artificial (IA). A embarcação poderá acomoda até 400 pessoas, entre elas, 160 cientistas, quando for lançado em 2025.

Mini-reactores nucleares flutuantes podem vir a fornecer energia a países inteiros até 2025

A empresa dinamarquesa de energia nuclear Seaborg anunciou que passou recentemente num teste de viabilidade do American Bureau of Shipping (ABS), que a deixa um passo mais perto de concretizar o seu projecto de reator nuclear flutuante.

Em comunicado, o cofundador e CEO da empresa dinamarquesa de energia nuclear Seaborg, Troels Schönfeldt, considerou a etapa “um marco importante em direcção à ambiciosa meta de implantar o primeiro barco comercial de energia até 2025”.

MARTIN STOPFORD:

Veremos a ocorrência de mais short sea shipping no pós-COVID-19

Segundo o responsável, seguir-se-ão os navios alimentados a gás e híbridos ou eléctricos, com baixas emissões, avançados sistemas de controlo digital e baterias. Na terceira vaga, as células de combustível permitirão que os navios operem sem emissões, explicou Martin Stopford. Tudo isto ocorrerá em concomitância com outros desafios árduos, como a digitalização, as mudanças climáticas e a crise pandémica, que entra agora em recessão. O presidente da Clarkson Research lembrou que o crescimento do comércio global estava já a diminuir antes do surgimento do COVID-19.

Primeiros porta-contentores eléctricos fornecidos pela Tesla chegam em Agosto

Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contentores eléctricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto.

Após a entrega, a Tesla entregará ainda mais seis navios com mais de 110 metros de comprimento, com capacidade para 270 contentores, que funcionarão com quatro caixas de bateria que lhes permite movimentar-se por 35 horas.

«PORTOS INTELIGENTES»

COSCO testou com sucesso camião autónomo de contentores no Porto de Xiamen

O mundo da automação continua a fazer progresso no teatro das operações portuárias: a gigante chinesa COSCO Shipping Ports, líder na operação de terminais, finalizou no dia 11 de Maio, com sucesso, a fase de teste de utilização de um camião autónomo de contentores no Porto de Xiamen. O resultado, descreveu a companhia chinesa, foi «construtivo» e uma importante etapa na construção dos chamados portos inteligentes.

O teste foi levado a cabo em sintonia com as empresas China Mobile and Dongfeng Commercial Vehicle Co. e contou com o contributo de tecnologia 5G – o camião autónomo transportou contentores até ao navio COSCO Shipping Rose, no porto chinês de Xiamen, colectando outros do mesmo navio e carregando-os para o parque, evitando vários obstáculos e completando vários conjuntos de acções planeadas durante o percurso.

ELLALINK

Desta vez, a independência do Brasil faz-se com ligação directa a Portugal

No final de 2020, o Brasil passa a dispor de uma ligação direta à Europa, através de um cabo submarino de 10 mil quilómetros que liga Fortaleza a Sines – sem passar pelos EUA. Entrevista a João Nuno Ferreira, diretor da FCT que explica as implicações desta ligação.

A impressão 3D pode revolucionar a aquisição de peças de reposição?

A empresa diz que a digitalização dos processos de compras pode reduzir em 80% o tempo de processamento de pedidos de peças de reposição, uma consideração importante para a indústria marítima, onde a redução do tempo de locação de navios é crítica.

Porto da Carolina do Norte aposta em simulador portuário para lidar com as «cargas do futuro»

A North Carolina Ports (NCP), entidade que gere o porto americano de Carolina do Norte, anunciou a chegada do simulador de equipamento portuário Vortex, que ajudará o operador do porto a preparar-se para lidar com as «cargas do futuro».

Revelada a primeira companhia de navegação por cabotagem digital do mundo

Há sete meses, a Loginno, uma startup visionária de IoT em logística de Israel, lançou uma competição chamada The Contopia (Container Utopia) Factor, entre todas as companhias de navegação de médio a pequeno porte. O vencedor do The Contopia Factor terá toda a sua frota de contentores convertidos em contêineres inteligentes, para se tornar a primeira empresa de navegação realmente digital do mundo.

Tempos desafiadores para o transporte mundial

A disrupção parece estar longe de chegar ao fim e o risco de tensões geopolíticas e desastres naturais continuará a afetar as próximas projeções para 2019. Essas são algumas das conclusões da 10ª edição do estudo "Mapeando o setor de transporte (do original em inglês, Transport Tracker: Global trade - The new normal), estudo global produzido pela KPMG, que traz um panorama do comércio global e as principais perspectivas para o segmento neste ano.

Big data será a tecnologia digital com mais impacto na indústria marítima

O big data, a tecnologia blockchain e a Internet das coisas são os aspectos da digitalização que mais impacto terão na indústria marítima nos próximos 10 anos, segundo o Global Maritime Issues Monitor 2018, um relatório feito com base na consulta a executivos do sector em mais de 50 países sobre 17 questões.

Lançado drone que faz entregas a navios no mar

A Wilhelmsen Ships Service (WSS), agente de navegação norueguesa, lançou esta semana, em cooperação com a Airbus, um projecto pioneiro – Agency by Air – destinado a entregas às embarcações ancoradas, segundo comunicado oficial. Este tipo de transporte reduz os custos de energia em 90% e com isso a pegada ecológica.

Hamburg Süd introduz gestão remota de contentores

A Hamburg Süd apresentou recentemente a tecnologia que passará a usar nos seus contentores refrigerados, denominada Gestão Remota de Contentores (RCM, em inglês), uma nomenclatura para um sistema que indica, em tempo real, a localização do contentor, a temperatura, a humidade e o estado do abastecimento de energia, podendo inclusivamente alterar configurações remotamente, segundo comunicado oficial.

Automação, Big Data e Cloud, as tendências que marcarão o Shipping em 2019

A Navis, fornecedora de tecnologias operacionais para portos e terminais, desenhou uma previsão sobre quais serão as grandes tendências que marcarão o desenvolvimento do transporte marítimo contentorizado em 2019. Parte dessa previsão dá primazia ao aumento dos gastos de TI das companhias, em movimentações estratégicas que terão como objectivo incrementar a adopção de novas tecnologias.

Global OTEC Resources desenvolve solução a partir de energia térmica dos oceanos

A energia que os oceanos tropicais absorvem do sol também pode ser aproveitada. A Global OTEC Resources (fabricante do Reino Unido) passou o último ano a desenvolver um aparelho que pode fornecer uma capacidade líquida de 1 MW (MegaWatt) de electricidade a partir da energia térmica dos oceanos, o que é suficiente para alimentar a maioria dos resorts e ilhas de pequena e média dimensão e que além de ecológico, é mais económico do que geradores a diesel, segundo vários meios de comunicação internacional.

FUTURO

Será a presença humana necessária em navios autónomos?

Numerosas estatísticas apontam para o erro humano como causa da maioria dos acidentes marítimos, mas será que uma navegação autónoma poderá resolver esses problemas? As opiniões entre a comunidade do transporte marítimo são díspares: 84% dos inquiridos num estudo levado a cabo pelo Safety4Sea refere que a tripulação a bordo, no futuro, é essencial. Apenas 10% emitiu opinião contrária, sendo que 6% refere que tripulação é necessária apenas em zonas de muita movimentação.

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

  Portos do Brasil - NEWS

 Portos de Cabo Verde – News

 Portos de Moçambique – News

 Portos de Angola – News

 Portos de Portugal – News

 XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 - Disponíveis todas as apresentações

 XII CONGRESSO DA APLOP | LUANDA, 2021 | Playlist com 23 vídeos no Youtube

 Acórdãos e Avisos da ANTAQ + Legislação avulsa

 Clipping com a actualidade dos portos brasileiros

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alberto Bengue, Presidente da APANG

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Miguel Matabel

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Alcídio Nascimento

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Ted Lago

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Fátima Alves

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Nuno Araújo

 XII Congresso da APLOP | Luanda, 2021 | Lucas Rênio

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família