Início > Ambiente

Por que há tantas «estranhas criaturas marinhas desconhecidas»?

Depois da passagem do furacão Harvey em agosto pelos Estados Unidos, uma estranha criatura foi achada na costa do Texas. Com o corpo alongado, dentes afiados e sem olhos, o animal tinha um aspecto meio monstruoso e sua imagem acabou viralizando pela internet, gerando diversas teorias – das científicas às mais fantasiosas....

Tsunami provocou uma das maiores migrações marinhas da história

O tsunami que devastou a costa nordeste do Japão, gerado pelo violento sismo de 11 de março de 2011, levou à migração de exemplares de quase 300 espécies marinhas ao longo de mais de 7.000 quilómetros ao largo do Oceano Pacifico e até à costa oeste dos Estados Unidos.

«O mar secou»: por que se retrai a água antes da chegada de um furacão

Quando o furacão Irma, o mais poderoso da década no Atlântico, ainda se aproximava da costa da Flórida, a ventania se intensificava, a chuva começava a cair quando, de repente, o mar começou a retrair-se. Aos poucos, a água foi sendo sugada, recuando e afastando-se das costas e praias. Deixou um rasto de algas, pedras, troncos, ouriços do mar e caramujos.

Barcos, que antes boiavam à beira mar, ficaram afundados na areia. Essas cenas foram vistas várias vezes à medida que o furacão avançava para os EUA - e muitas imagens foram publicadas durante todo o fim de semana nas redes sociais.

COM VÍDEO

Câmaras instaladas na cabeça revelam segredos dos pinguins da Antártida

Pela primeira vez, um grupo de cientistas capturou imagens surpreendentes de pinguins-gentoo e as suas rotinas nas águas geladas do Oceano Antártico. Usando câmaras em miniatura estilo GoPro, presas às cabeças das aves marinhas, a equipa descobriu que a comunicação vocal entre os pinguins está ligada à sua organização em grupos e não à recolha de alimentos.

AMBIENTE

«Um Reino Unido» de oceano morto

As chamadas zonas mortas dos oceanos – águas que, de tão desprovidas de oxigénio, não permitem a vida marinha – estão a espalhar-se. A última estimativa é de que haja 405 dessas áreas em todo o mundo, cobrindo 245 mil quilómetros quadrados, o equivalente ao Estado de São Paulo ou ao território do Reino Unido.

BRASIL

Portos do Paraná monitorizam fumo emitido pelos camiões

Com o objetivo de garantir que as emissões atmosféricas estejam dentro dos limites permitidos, a Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa) monitoriza o fumo emitido pelos camiões que chegam a Paranaguá para descarregar ou carregar produtos. A avaliação é feita em cerca de 400 veículos por mês e tem apontado resultados positivos – 95% deles estão com a manutenção em dia, o que ajuda a diminuir a poluição do ar.

Governo japonês atento a navegação marítima autónoma

O Governo japonês escolheu um consórcio chefiado pela Mitsui O.S.K. Lines (MOL) e pela Mitsui Engineering & Shipbuilding para desenvolver um conceito para um sistema de transporte marítimo autónomo, ou seja, não tripulado. A decisão consta de um Programa para a Promoção da Tecnologia e Investigação nos Transportes para 2017.

Portos de Los Angeles e Long Beach com a meta das zero emissões na mira

Os portos de Los Angeles e Long Beach (que possui o mais avançado Terminal dos EUA) deverão criar nos próximos meses planos para zero emissões nos camiões e equipamentos portuários, depois do compromisso assinado com os ‘Mayor’s’ de Los Angeles e Long Beach. Os planos deverão ser lançados até Novembro e deverão cortar por completo a poluição dos camiões nos portos e dos equipamentos de manuseamento de carga.

UNESCO retirou a Grande Barreira de Coral do Património em risco

A UNESCO decidiu excluir a Grande Barreira de Coral da lista de património em risco, apesar do alerta, no final de junho, para a possibilidade de os recifes de coral desaparecerem até ao fim do século.

Estudo atribui valor bilionário à Grande Barreira de Corais

Imensa faixa de corais na costa nordeste da Austrália vale 12 vezes mais que a famosa Ópera de Sydney, aponta relatório. Maior estrutura viva da Terra sofre com branqueamentos e morte de organismos.
A empresa de análise econômica Deloitte Access Economics avaliou a Grande Barreira de Corais, um vasto sistema de milhares recifes de corais e centenas de atóis de coral ao longo da costa do estado australiano de Queensland, em 56 bilhões de dólares australianos.
 

CMA CGM reduziu 4% as suas emissões de CO2 em 2016

A francesa CMA CGM prossegue a sua estratégia ambiental e anunciou ter conseguido diminuir em 4% as emissões de CO2 por contentor transportado em 2016. A companhia segue assim o caminho certo para ir ao encontro do objectivo traçado para o período 2015-2025, onde quer cortar em 30% as emissões de CO2. E, recorde-se, nos 10 anos anteriores (entre 2005 e 2015), conseguiu reduções para metade!

As cinco maiores ameaças humanas aos oceanos, e seus antídotos

Comida, transporte, matérias-primas, lixo: há séculos a humanidade trata os mares como se fossem inesgotáveis e invulneráveis. A consciência sobre a necessidade de protegê-los aumenta, mas ainda há muito o que fazer.

PORTO DE SANTOS, BRASIL

Colaboradores da Codesp recebem certificado de cursos de Oceanografia

53 empregados da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) receberam certificados de conclusão de cursos de extensão oferecidos in company pelo Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo (USP).

A entrega dos diplomas foi feita pelo presidente da Codesp, José Alex Oliva, e pelo diretor do Instituto Oceanográfico da USP, professor Frederico Brandini. De acordo com José Alex Oliva, os cursos oferecidos pela Codesp em parceria com a USP dão uma nova percepção sobre o meio-ambiente: "isso traz para nós uma abordagem diferenciada, faz-nos entender que temos que buscar a sustentabilidade ambiental", disse o presidente

Derrames mais difíceis de conter em águas mais frias

Estudo de Universidade escocesa concluiu que os micro-organismos de águas profundas mais frias, como as do Atlântico Norte e Árctico, têm mais dificuldade em recuperar um ambiente marinho contaminado do que os de águas mais temperadas, como as do Golfo do México.

Ilha remota tem maior densidade de lixo plástico do mundo

Localizada no meio do Pacífico, a ilha Henderson acumula quase 38 milhões de peças plásticas trazidas pelas correntes marítimas às suas praias. Pesquisadores dizem que é urgente repensar uso do material.

PORTO DE SANTOS, BRASIL

Codesp iniciou plantação de 851 árvores em Guarujá

A Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente da Prefeitura de Guarujá, iniciou, em Guarujá, a plantação de 851 árvores nativas da Mata Atlântica. Durante o acto, foi plantada uma pitangueira (Eugenia Uniflora), espécie nativa símbolo da cidade. O plantio ocorreu no bairro do Jardim Boa Esperança, em Vicente de Carvalho.

Ocean Cleanup quer começar aretirar plástico do Pacífico em 2018

A fundação Ocean Cleanup quer começar a retirar plástico da Mancha de Lixo do Grande Pacífico em 2018, segundo divulgou um seu representante num encontro que decorreu em Utrecht, na Holanda, durante o qual foram apresentados detalhes da sua nova tecnologia para limpeza dos oceanos.

Ocean Cleanup angariou donativos suficientes para ensaiar nova tecnologia de remoção de plásticos do mar

A fundação holandesa Ocean Cleanup, que desenvolve tecnologias destinadas a retirar plástico do mar, anunciou ter angariado 19,8 milhões de euros desde Novembro de 2016, o que lhe permitirá começar a ensaiar uma nova tecnologia de limpeza dos mares no Oceano Pacífico ainda este ano. A instituição conta apresentar detalhes sobre o projecto no dia 11 de Maio, em Utrecht, na Holanda, num evento com cerca de 3 mil dos seus apoiantes. Para a Ocean Clenup, este ensaio constitui um marco importante rumo à limpeza em larga escala dos oceanos.

Festival dos Oceanos organizado pela ONU

No âmbito da conferência organizada pela ONU sobre os oceanos, a acontecer nos dias 5 a 9 de junho em Nova Iorque e que tem como objetivo debater e arranjar estratégias intergovernamentais sobre o ponto 14 dos ODS - conservação sustentável dos oceanos; a Organização das Nações Unidas organiza pela primeira vez um "Festival dos Oceanos" que se iniciará no dia 4 de junho e tentará chamar atenção para a importância dos oceanos no mundo .

AMBIENTE

BEI e ABN Amro Bank vão apoiar transporte marítimo mais verde

O Banco Europeu de Investimento (BEI) e o ABN Amro Bank assinaram um acordo destinado a apoiar o desenvolvimento de uma frota europeia de marinha mercante mais verde. Em causa está um fundo de 150 milhões de euros, que é o primeiro do seu género acordado com uma instituição financeira holandesa.

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012

Congresso Intercalar da APLOP - Rio de Janeiro - Março de 2012