Início > Cruzeiros

CABO VERDE

Terminal de Cruzeiros do Mindelo: ENAPOR recebe grupo de trabalho

O Conselho da Administração da ENAPOR , representado pelo PCA, Eng. Alcídio Lopes, e pela Administradora Executiva, Dra. Eugénia Soares, recebeu um grupo de trabalho, no âmbito do Projecto de Construção do Terminal de Cruzeiros do Mindelo, composto por representantes da ORIO, da OPEC - Organização dos Países Exportadores de Petróleo (que esteve presente via Zoom), da empresa Artelia (fiscal das obras do Terminal de Cruzeiros), do empreiteiro da obra - Consórcio Mota-Engil - Engenharia e Construção, SA e Empreitel Figueiredo - e da empresa Martins e Fonseca - Consultor do Consórcio.

MCS Cruzeiros vai construir terminal próprio em Miami

A MSC anunciou que vai construir um terminal próprio em Miami que permitirá receber em simultâneo naquele porto dos EUA três navios da companhia, gerindo até 36 mil passageiros por dia. O projecto está previsto estar completo até Dezembro 2023

O novo terminal engloba um investimento de aproximadamente 350 milhões de euros e será composto por vários níveis num corpo central para receber até três navios de última geração em simultâneo, com capacidade para até 36 mil passageiros em trânsito diariamente.

Vai nascer um terminal de cruzeiros em Cabo Verde

Cabo Verde quer escolher até dia 15 de janeiro a empresa vencedora do concurso público para construir o terminal de cruzeiros em São Vicente.

CABO VERDE

ENAPOR participa no International Cruise Summit 2020

Sob o lema "O presente e o futuro da indústria mundial de cruzeiros", a edição deste ano do International Cruise Summit decorreu nos dias 1 e 2 de dezembro de 2020, em Madrid, presencialmente e online.

O evento, que reuniu profissionais de vários países ligados ao sector da indústria de Cruzeiros, abordou tópicos relacionados com os desafios que o turismo de cruzeiros tem enfrentado desde o inicio da pandemia, avaliou as soluções, a retoma e recuperação do negócio .

Temporada de cruzeiros será apenas para brasileiros e começa em Janeiro no Porto de Santos

A temporada de cruzeiros 2020/2021 começa em janeiro com apenas duas embarcações no Porto de Santos, no litoral de São Paulo, considerado o principal local de saída das embarcações. A previsão inicial, divulgada em julho, era que a temporada começasse em novembro deste ano, mas o avanço da pandemia mudou os planos das companhias marítimas.

CABO VERDE

Empresas realizam visita técnica ao local de construção do Terminal de Cruzeiros do Mindelo

As empresas seleccionadas na primeira fase do concurso realizaram, a19 de Novembro, uma visita técnica ao local destinado à construção do Terminal de Cruzeiros do Mindelo.

O Administrador Executivo da ENAPOR, Eng. Ireneu Camacho, e o PCA da Infraestruturas de Cabo Verde, Eng. Carlos Correia e Silva, acompanharam a visita, bem como representantes da Artelia, empresa que irá fiscalizar as obras e a comissão de acompanhamento do projeto.

Concurso para terminal de cruzeiros em Cabo Verde sofre novo atraso

O concurso para a construção do terminal de cruzeiros em São Vicente, um dos maiores investimentos públicos recentes em Cabo Verde, vai sofrer novo atraso, com a prorrogação em um mês do prazo para a entrega de propostas financeiras.

Segundo uma nota da Enapor, empresa estatal cabo-verdiana que gere os portos do país, a atual segunda fase do concurso público, que já sofreu vários atrasos este ano devido à pandemia de covid-19, consiste na seleção do empreiteiro para a execução das obras de construção do terminal, sendo que a data limite para a entrega das propostas técnicas e financeiras, que era até 30 de outubro, “foi prorrogada até ao dia 30 de novembro”.

INCLUINDO CRUZEIRO DE FIM DE ANO

Novo Costa Toscana vai estrear-se no Brasil com itinerários desde Santos

A Costa Cruzeiros apresentará dois desenvolvimentos interessantes para a temporada da América do Sul: o novo navio, Costa Toscana, fará estreia no Brasil, e o Costa Favolosa irá estender a sua temporada para quase cinco meses.

“A chegada do Costa Toscana é um momento histórico para a Costa Cruzeiros, para toda a indústria de cruzeiros e para o Brasil”, disse Dario Rustico, diretor geral para a América do Sul. “A estreia no Brasil do nosso navio mais inovador fortalece o vínculo especial de 72 anos entre a Costa Cruzeiros e a América do Sul.

Depois dos voos, Singapura avança com cruzeiros para lado nenhum

Singapura acaba de receber luz verde para pôr no ativo os seus primeiros “cruzeiros para lado nenhum”, cuja data de arranque está marcada para o início de novembro com muitas restrições por causa da pandemia de covid-19.

Tal como o próprio nome indica, estas embarcações não terão portos de escala, isto é, farão a viagem de ida em volta sem quaisquer paragens.

SURREAL

A pandemia criou o primeiro cemitério mundial de cruzeiros

É nas docas de uma pequena cidade turca que os navios chegam a uma morte antecipada provocada pelas quebras do turismo.

A indústria dos cruzeiros estava forte e recomendava-se. Em 2019, transportou cerca de 30 milhões de passageiros. Era uma indústria de 130 mil milhões de euros que empregava mais de um milhão de pessoas. Ao fim de pouco mais de meio ano, o cenário é bem diferente. Os cruzeiros desapareceram lentamente dos mares. Os clientes também optam por alternativas menos confinantes. Onde é que param os navios?

A resposta pode ser encontrada numa pequena localidade turca. As docas de Aliaga parecem um set hollywoodesco em vias de gravar mais um filme apocalítico. As gigantescas embarcações empilham-se lado a lado, ferrugentas, sujas e num lento processo de autodestruição.

 

A NOVA ATRACÇÃO TURÍSITICA

Tours de barco à volta dos «cruzeiros-fantasma» da pandemia

Em tempos de pandemia e de crise económica, faz-se o que se pode com o que se tem. Que o diga um empresário britânico, Paul Derham, que de uma situação insólita criou um negócio: a nova atracção turística deste Verão no Canal da Mancha, passeios de barco à vota dos cruzeiros fantasma — ou navios vazios, por causa da pandemia.

CABO VERDE

Concurso para a construção do Terminal de Cruzeiros do Mindelo entra na sua 2.ª fase

A primeira fase do concurso para as obras de construção do Terminal de Cruzeiros do Mindelo, lançada a 27 de Janeiro de 2020, culminou com a pré-selecção de cinco empreiteiros.

As empresas selecionadas passam agora para a segunda fase do concurso que consiste na entrega das propostas técnicas e financeiras para as obras de construção do Terminal, que serão executadas em regime de “chave na mão”.

Cabo Verde corta 25% do investimento no terminal de cruzeiros em São Vicente

O Governo cabo-verdiano vai cortar um quarto do investimento que previa fazer este ano na construção do terminal de cruzeiros em São Vicente, uma empreitada de 26 milhões de euros e lançada a concurso público no início do ano.

AAPA latina quer a reabertura da indústria de cruzeiros o mais rápido possível

A coordenação para a América Latina da Associação Americana de Autoridades Portuárias (AAPA) tem incentivado os associados da indústria de cruzeiros que frequentam os portos do continente a trabalhar com as comunidades locais para implantar meios de retornar a operação.

Pullmantur Cruzeiros estende a suspensão da operação de cruzeiros até 3 de Julho

A Pullmantur Cruzeiros explica a razão deste alargamento de suspensão de actividade devido ao surto de COVID-19, esperando retomar a operação a partir de 4 de Julho 2020.

A decisão foi tomada como resultado das várias medidas tomadas pelos governos para lidar com a pandemia, “incluindo as limitações na deslocação dos cidadãos”.

BRASIL

Tripulantes do Costa Fascinosa homenageiam cidade de Santos, autoridades e profissionais da saúde

Os tripulantes do navio Costa Fascinosa, da Costa Cruzeiros, prestaram um agradecimento especial à cidade de Santos (São Paulo), aos profissionais de saúde e às autoridades brasileiras na noite de 22 de abril.

Um “Obrigado” foi projetado no navio como forma de homenagear todos os envolvidos no atendimento, acolhimento e cuidado prestados aos tripulantes que estão a bordo do Costa Fascinosa.

CABO VERDE

Turistas de cruzeiro passam de subida de 66% para zero

Cabo Verde recebeu mais de 18.000 turistas de cruzeiro no primeiro trimestre, um crescimento homólogo de quase 66%, mas desde meados de março que deixou de permitir a atracagem de navios, para travar a pandemia de covid-19.

Com o coronavírus, indústria de cruzeiros de US$ 45 mil milhões enfrenta grande desafio

A China tem sido um dos mercados de maior crescimento na indústria de turismo nos últimos anos, e viagens na região Ásia-Pacífico formam cerca de 10% do setor, segundo a Associação Internacional de Linhas de Cruzeiro, outro grupo setorial. Entre 8% e 9% dos passageiros nas linhas de cruzeiro representadas pelo grupo são da China, Macao ou Hong Kong, e o número de navios mobilizado na Ásia cresceu 53% entre 2013 e 2017.

Um número crescente de portos em todo o Pacífico, de Busan, na Coreia do Sul, aos portos de Lifou, Mare e Isle of Pines, na Nova Caledônia, estão proibindo navios de cruzeiro. Hong Kong está fechado desde 6 de fevereiro.

ANGOLA

Navios de cruzeiro podem atrair investimentos

A atracagem de navios de cruzeiro no país, à semelhança do "Seabourne", que esteve no Porto de Luanda, contribui para a divulgação da imagem de Angola no mundo, declarou o director nacional da promoção turística e reservas, Lukene Araújo.

Construção de terminal de cruzeiros em Cabo Verde adjudicada até finais de Julho de 2020

A adjudicação do contrato de construção do terminal de cruzeiros do Mindelo está prevista para finais de Julho de 2020, nos termos do concurso público internacional em duas fases lançado pela Empresa Nacional de Administração dos Portos (Enapor) de Cabo Verde.

Uma fonte da administração da empresa disse à agência noticiosa Inforpress que a primeira fase do concurso contempla a entrega das propostas técnicas sendo que até ao seu final, a 11 de Março de 2020, serão seleccionados até um máximo de oito candidatos.

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Francisca Chambal

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Robledo Gioia

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Abertura do Painel I - Lídia Sequeira

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Adriano Rosamonte

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Augusto Fernando Cabi

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Madalena Neves

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Fernando Nunes da Silva

 Congresso Intercalar Portos CPLP - Rio de Janeiro – Domingos Fortes (1)

 “EXPERIÊNCIA DO PORTO DE LEIXÕES NA FORMAÇÃO PORTUÁRIA”- Matos Fernandes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP – Menção Honrosa a Lima Torres

 IV Encontro de Portos da CPLP - Sessão de encerramento - Franklim Spencer

 “GEOPOLÍTICA DO MAR” - Carlos Manuel Mendes Dias (1)

 Novo Porto do Dande - Domingos Fortes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP - Franklin Spencer

 «Há muito potencial de crescimento nas relações comerciais Portugal/Brasil» (1)

 Porto de Luanda - 1955

 III Encontro de Portos da CPLP - Adalmir José de Sousa

 III Encontro de Portos da CPLP – Apresentação da Mesa de Honra

 III Encontro de Portos da CPLP - Estudo de mercado - (13) – Debate

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)