Início > Angola

ANGOLA

Câmara de despachantes apoia sistema aduaneiro Asycuda

O Presidente da Câmara dos Despachantes Oficiais de Angola, Pedro Bequengue, manifestou-se satisfeito pelo lançamento em Cabinda do novo sistema automatizado de processamento de dados aduaneiros, denominado "Asycuda World".
O sistema, que auxilia o processo de desalfandegamento de mercadorias, já funciona nas regiões tributárias do Lobito e Luanda.
 

NAMIBE

Japão quer investir em porto angolano

A Toyota Tsusho e a agência de crédito à exportação Japan Bank for International Cooperation (JBIC) querem reunir cerca de 525 milhões de euros junto de entidades públicas e privadas do Japão para investir num projecto portuário em Angola, que será o maior do género com participação japonesa, refere a Nikkei Asian Review.

De acordo com a Global Construction Reviw, trata-se do porto de Namibe Bay, no sul de Angola, o terceiro maior do país, depois dos de Luanda e Lobito, e o projecto já contará com a autorização do Presidente João Lourenço. O porto em questão tem ligações ferroviárias a minas de ferro, mas está limtado por falta de gruas e na capacidade de cais, refere a mesma publicação.

Angola adere à zona de comércio livre SADC a partir de Agosto de 2019

O ministro do Comércio de Angola, Joffre Van-Dúnen Júnior disse em Luanda que o ministério está a trabalhar na criação de condições para a adesão de Angola à Zona de Livre Comércio da SADC (Comunidade de Desenvolvimento da África Austral) em 2019.
O ministro disse que se prevê o estabelecimento de duas taxas aduaneiras, sendo uma para África do Sul e outra para os demais membros do bloco económico.

Transportadora de cargas angolana Unicargas vai investir 35 milhões de euros no Porto de Luanda

A empresa angolana Transportadora de Cargas, Operadora de Terminais e Transitário (Unicargas) revelou que vai investir 40 milhões de dólares (quase 35 milhões de euros) na recuperação de infraestruturas do terminal polivalente do Porto de Luanda.

ANGOLA

Porto de Cabinda registou maior afluência de navios e contentores em 2018

Entre contentores cheios e vazios, o porto angolano de Cabinda processou 17 552 contentores em 2018, o que se traduziu num aumento homólogo de 5880 contentores ou de 50,3%, anunciou recentemente o presidente da empresa portuária, Samuel Sambo, segundo relatos da agência noticiosa Angop.

Grupo chinês e parceiro angolano lançam projecto de aquacultura

O grupo Sino Agro Food, Inc. assinou um memorando de entendimento com a empresa angolana Nortus Aquacultura e Pesca, Lda para o desenvolvimento de um projecto de aquicultura no país.
O documento que foi assinado entre as partes irá servir para solicitar que o financiamento necessário ao desenvolvimento do projecto seja incluído pelas autoridades de Angola na linha de crédito concedida pela China.

ANGOLA

Expansão da rede de cabotagem na agenda do IMPA para 2019

O Instituto Marítimo e Portuário de Angola (IMPA) pretende, em 2019, trabalhar para a expansão do serviço de transporte marítimo de passageiros e carga através da rede de Catamarãs, a nível de toda a região do litoral do país.

O anúncio foi feito na cidade do Soyo, província do Zaire, pelo director do IMPA, Nazareth Neto, em declarações à imprensa, no final de uma visita de trabalho de 48 horas que efectuou à localidade.

ANGOLA

Nova pauta aduaneira eleva volume de receitas fiscais

Oitocentos milhões de Kwanzas é o valor arrecadado de Janeiro a Dezembro deste ano pela Administração Geral Tributária (AGT) no posto aduaneiro do Luvo, município de Mbanza Kongo, província do Zaire, mais 200 milhões de Kwanzas que o ano de 2017.

ANGOLA

Concluídas obras do terminal fluvial do Soyo

As obras de construção do cais do terminal fluvial de passageiros e carga no município do Soyo, província do Zaire, iniciadas em Novembro de 2016, já estão concluídas, com a previsão de entrada em funcionamento a partir do primeiro semestre de 2019.

A informação foi prestada à imprensa pelo director nacional do Instituto Marítimo e Portuário de Angola (IMPA), Nazareth Neto, no final da sua visita de 48 horas ao Soyo, tendo assegurado que a partir do próximo mês de Janeiro serão concluídos os serviços administrativos de apoio ao projecto.

QUÉNIA

Angola presente na Conferência Mundial sobre Economia Azul

Angola esteve presente na Conferência Mundial sobre Economia Azul, evento que decorreu em Nairobi, no Quénia juntando 4 mil delegados entre Chefes de Estado e membros de governo de vários países.
Discursando na cerimónia, a Ministra das Pescas e do Mar do governo angolano realçou a vasta extensão costeira que Angola possuí, seu enorme potencial ainda sub explorado, mas com aproximadamente 60% para o Produto Interno Bruto Nacional, dos quais 40% provêm da industria petrolífera.
Victória de Barros Neto destacou também o contributo da indústria pesqueira e de transporte marítimo na economia nacional.

ANGOLA

Recomendada conclusão da rede ferroviária entre Angola e Zâmbia

A conclusão da rede ferroviária que, no futuro, ligará Angola à Zâmbia, através dos Caminho-de-Ferro de Benguela, para dinamizar a economia dos dois países, consta das recomendações do décimo Conselho Consultivo do Ministério dos Transportes, que reuniu no Lobito.

ANGOLA

Ministra realça contributo do mar no desenvolvimento da economia

A Ministra das Pescas, Vitória de Barros Neto, destacou em Nairobi, Quénia, o contributo das indústrias petrolíferas, pesqueiras e do transporte marítimo no crescimento da economia angolana.
A governante angolana discursava em representação do Presidente da República, João Lourenço, na Conferência Mundial sobre Economia Azul.

Angola e Noruega dinamizam cooperação no domínio da economia azul

Angola pretende estabelecer uma parceria sólida com o governo norueguês, para criar uma estratégia nacional em torno da exploração dos produtos marinhos, de modo a definir princípios para sua utilização e preservação, anunciou a ministra das Pescas e do Mar, Victória de Barros Neto.

A cooperação com a Noruega é fundamental para Angola, por tratar-se de um país com vasta experiência do domínio das pescas e exploração de petróleo, referiu Victória de Barros Neto à imprensa, à margem do encontro que manteve com a primeira-ministra noruguesa, Erna Solberg.

Pauta Aduaneira de Angola será reajustada para proteger produção local

A avaliação que for sendo feita à capacidade interna de produção deverá ter como consequência a alterações na nova Pauta Aduaneira de Angola, em vigor desde Agosto último, disse recentemente o ministro das Finanças.

Archer Mangueira disse ainda estar o governo a trabalhar com diversas instituições no sentido de avaliar quais os produtos em que há capacidade de satisfação da procura interna, “posto o que teremos certamente necessidade de proceder a algumas alterações na Pauta Aduaneira.”

ANGOLA

Porto de Cabinda Recebe Navio com mais de Mil Toneladas de Peixe

Onze anos depois, o Porto de Cabinda voltou a receber um navio pesqueiro com quantidades elevadas de peixe congelado diverso. Trata-se do navio Pearl Coast, com uma capacidade bruta de 2.000 toneladas. Navegando sob a bandeira da República Dominicana, teve o Porto de Luanda como ponto de partida.

Zâmbia quer ficar ligada à Refinaria do Lobito, em Angola, através de um oleoduto

Um memorando de entendimento no domínio do petróleo e gás assinado por Angola e pela Zâmbia pode vir a resultar na construção de um oleoduto entre os dois países, com um custo estimado em cinco mil milhões de dólares, escreveu a agência noticiosa Angop.

O documento foi rubricado pelo ministro dos Recursos Minerais e Petróleos de Angola, Diamantino Azevedo e pelo ministro da Energia da Zâmbia, Matthew Nkuwa, que salientou a urgência da construção do projecto AZOP (“Angola Zambia Oil Pipeline”) ligando a Refinaria do Lobito à cidade de Lusaca.

Caminhos-de-ferro de Angola vão ser parcialmente privatizados

O governo de Angola está a elaborar o processo de privatização parcial das três principais linhas de caminhos-de-ferro, devido à situação financeira difícil que o país enfrenta, segundo um artigo recentemente publicado no China-Lusophone Brief (CLBrief).

As três linhas em questão são, de Norte para Sul, a de Luanda, que liga a capital a Malanje, a de Benguela, que vai do Porto do Lobito a Luau, na fronteira com a República Democrática do Congo e a de Moçâmedes, que liga a cidade com o mesmo nome, anteriormente Namibe, a Menongue.

ANGOLA

Porto do Namibe poderá ser um pólo de desenvolvimento logístico

O Porto do Namibe poderá vir a ser um pólo de desenvolvimento logístico na região sul de Angola, após a conclusão em 2019 da segunda fase das obras de modernização, disse o presidente da sociedade gestora da infra-estrutura.

Metade dos combustíveis em Angola está armazenada no mar

Metade dos 700 mil metros cúbicos de derivados de petróleo existentes em Angola está armazenada em reservatórios flutuantes, em vez dos 'stocks' em terra, um mecanismo mais eficaz para minimização de custos.

Segundo o diretor-geral do Instituto Regulador de Derivados de Petróleos (IRDP), Manuel Ferreira, a entrada de novos operadores no setor de logística destes produtos, entre eles a Sonangalp, luso-angolana, e a Pumangol, poderá ser uma das medidas para que os 'stocks' em terra possam aumentar, por ser mais barato.

Adesão de Angola à Zona de Livre Comércio da África Austral deverá estar concluída até Junho de 2019

O processo de adesão de Angola à Zona de Comércio Livre da África Austral vai concretizar-se de forma gradual e ficará concluída até junho de 2019, disse fonte governamental.

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)