Início > Angola

Construção de porto em Cabinda, Angola, entregue de novo à Caioporto, SA

O governo de Angola voltou a entregar à Caioporto, SA a obra do Novo Porto do Caio, na província de Cabinda, extinguindo, em simultâneo, a comissão que tinha criado para negociar o fim do contrato de concessão para a execução do projecto de construção, atribuído em 2012 à mesma empresa, noticiou a imprensa angolana.

ZAIRE, ANGOLA

Atraso na alocação de verbas paralisa obras do terminal marítimo do Soyo

As obras do terminal fluvial e marítimo do município do Soyo, província do Zaire, com uma grau de execução física na ordem dos 85 por cento, estão paralisadas há mais de um mês, devido ao atraso na alocação dos 29% da verba do orçamento global da empreitada.

A informação foi avançada à imprensa pelo encarregado da obra da empresa chinesa “CHEC”, Chen Shaoke, à margem da visita que o ministro do Comércio, Joffre Van-Dúnem Júnior, acompanhado pelo governador do Zaire, Pedro Makita Aramando Júlia, efectuaram ao projecto.

HUÍLA, ANGOLA

CFM assinala 114 anos com foco no aumento de frequências e redução de pessoal

A redução do número de trabalhadores, com realce para aqueles em idade de reforma, aumento das frequências, de quatro para seis comboios diários (Namibe, Huíla e Cuando Cubango), nos dois sentidos, fruto do redimensiomaneto do Caminho de Ferro de Moçâmedes(CFM) ,constituem mecanismos levados a cabo pela empresa, nos últimos meses, a fim de reduzir os custos e iniciar a obtenção de rentabilidade.

REVELA A MSC

Serviço «Angola Express» passa a escalar directamente o Porto de Luanda

De acordo com informação adiantada pela companhia marítima mediterrânica MSC, o serviço marítimo intitulado ‘Angola Express’ «foi alterado, passando a escalar directamente o Porto de Luanda». Este serviço da MSC, refira-se, escala Portugal através do Porto de Sines.

A nova rotação inclui também escalas directas em Dakar (capital do Senegal), Conacri (capital da República da Guiné), San Pedro (Costa do Marfim) e Lomé (capital do Togo).

ANGOLA

Transporte de ferro-gusa: Caminho-de-Ferro de Moçâmedes antecipa subida na facturação

A facturação da empresa Caminho-de-Ferro de Moçâmedes (CFM) deverá sentir uma forte impulsão, ao beneficiar directamente do arranque da produção de ferro-gusa em dois municípios de Angola, revelou o administrador financeiro da empresa gestora ferroviária.

De acordo com as palavras de António Conceição, proferidas à agência noticiosa Angop, esse benefício poderá traduzir-se num aumento de 300 milhões de kwanzas por ano em facturação (dos 700 para os 1000 milhões).

ANGOLA

Caminho-de-Ferro de Benguela pretende construir ramal do Lobito até à Baía Farta

A construção de um ramal ferroviário entre a cidade do Lobito e o município de Baía Farta é um projecto prioritário do Caminho-de-Ferro de Benguela (CFB), disse o presidente do Conselho de Administração da sociedade gestora.

Luís Teixeira disse ainda que este projecto consta do Plano Director dos Transportes a nível nacional, sendo que a sua construção ajudaria a facilitar o transporte de sal e de pescado a partir de Baía Farta e garantir, em simultâneo, a auto-sustentabilidade da empresa.

ANGOLA

Caminho de Ferro de Moçâmedes antecipa transporte de ferro-gusa

O início da produção de ferro-gusa em dois municípios de Angola deverá permitir que a facturação da Caminho-de-Ferro de Moçâmedes aumente de 700 milhões para mais de 1000 milhões de kwanzas/ano, disse o administrador financeiro da empresa gestora ferroviária.

António Conceição disse ainda à agência noticiosa Angop que a empresa, ao longo do traçado de 905 quilómetros que abrange as províncias de Namibe, Huíla e Cuando Cubango, transporta actualmente cerca de 12 mil toneladas de carga diversa por mês, quantidade que pode aumentar para 400 mil toneladas com o início da exploração de minério de ferro.

ANGOLA

Empresas da China interessadas no Caminho de Ferro de Benguela

Empresários chineses estão interessados em utilizar o caminho-de-ferro de Benguela (CFB) para movimentar mercadorias diversas do interior de Angola e dos países vizinhos para os mercados internacionais, disse no Lobito o embaixador da China em Angola.

A agência noticiosa Angop, que cita as declarações do embaixador Gong Tao, menciona como empresas interessadas neste processo a China Harbour Engineering Corporation, responsável pela requalificação do porto do Lobito, em 2013, a COSCO e a Sinotrans, viradas para a logística, sobretudo nos transportes marítimo e ferroviário.

Angola recebe navio de investigação científica «Baía Farta»

O navio de investigação científica “Baía Farta” foi formalmente entregue ao governo de Angola pela empresa romena Damen Shipyards Mangalia, que tinha iniciado a sua construção em 2016, tendo o acto sido testemunhado pela ministra das Pescas e do Mar, Maria Antonieta Baptista.

A ministra, depois de recordar que o navio custou 80 milhões de dólares, disse que a sua manutenção vai ser onerosa, “sendo por isso necessário encontrar iniciativas que o tornem auto-sustentável, uma vez que é muito útil não apenas para Angola mas também para África e para o mundo.”

PORTO AMBOIM, ANGOLA

Privados investem 50 milhões de dólares em porto de pesca

A construção de um porto de pesca e infra-estruturas de apoio em terra no município do Porto Amboim, província do Cuanza Sul, uma iniciativa de capitais privados, exigiu pelo menos 50 milhões de dólares, informa o presidente da respectiva sociedade gestora.

Cardoso Pereira disse à agência noticiosa Angop que a construção teve início em 2014 e conta com uma zona de atracação para quatro traineiras em simultâneo, dispondo ainda de quatro câmaras de frio de cinco toneladas de capacidade cada.

Angola procura interessados na conclusão do Terminal Oceânico da Barra do Dande

A Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola (Sonangol) procura investidores nacionais ou estrangeiros com capacidade financeira para a conclusão das obras do Terminal Oceânico da Barra do Dande, na província do Bengo, informa a empresa em comunicado.

O comunicado acrescenta que as entidades interessadas, “com capacidade financeira que permita investimento num projecto de capital intensivo e com experiência comprovada na execução de projectos de igual natureza”, devem enviar uma carta formal ao Conselho de Administração da estatal.

FAO

Angola solicita maior apoio para membros no domínio das pescas

A Ministra das Pescas e do Mar de Angola, Maria Antonieta Baptista, solicitou, em Roma, à FAO, mais apoios para os países membros na aplicação dos vários instrumentos do sector, a fim de se desenvolver e melhorar a actividade piscatória.

A governante formulou este pedido ao apresentar a declaração de Angola, em nome do Grupo Regional Africano, durante a plenária da primeira comissão, no painel sobre a apresentação e aprovação do relatório da 33ª sessão do Comité das Pescas, realizada na capital italiana em Julho de 2018.

ANGOLA

Ministra reprova emissão de licenças de pesca fora dos marcos da lei

A Ministra das Pescas e do Mar, Antonieta Baptista, reprovou, na cidade de Moçâmedes, a emissão de licenças de pesca feita fora dos marcos da lei.

A governante, que falava no conselho consultivo do Ministério, salientou que a revitalização do sector das pescas deve estar alinhada com o Plano de Desenvolvimento Nacional 2018/2022, que acentua o crescimento do sector não petrolifero, no qual o sector das Pescas está inserido.

Dirigente do IMPA sugere abandono da construção do porto da Barra do Dande, em Angola

O projecto de construção do porto da Barra do Dande deve ser repensado, disse na cidade do Soyo o director-geral do Instituto Marítimo e Portuário de Angola (IMPA). Nazareth Neto defendeu em alternativa uma aposta na melhoria dos seis portos que já existem no país – Luanda, Namibe, Cabinda, Lobito, Soyo e Porto Amboim.

ANGOLA

Executivo trabalha para a conclusão do terminal fluvial do Soyo

Os ministérios dos Transportes e das Finanças trabalham para a disponibilização, até final de Julho deste ano, da última tranche destinada a conclusão da construção do terminal fluvial de passageiros e cargas do município do Soyo, província do Zaire, cujas obras se iniciaram em Novembro de 2016.

Angola vai ter um Plano Director Nacional do Sector dos Transportes e Logística

O Plano Director Nacional do Sector dos Transportes e Logística de Angola vai ser submetido ao governo para aprovação no início do segundo semestre, anunciou quinta-feira em Luanda o ministro dos Transportes.

Ricardo Viegas de Abreu disse que o plano, que foi objecto de consulta pública nos últimos 12 meses, contém a visão de longo prazo para o desenvolvimento do sector, o seu papel estratégico, para assegurar uma crescente contribuição para o desenvolvimento sustentável da economia, proporcionando investimento e criação de empregos para a juventude.

ANGOLA

Obras do Terminal Oceânico da Barra do Dande vão ser retomadas

As obras do Terminal Oceânico da Barra do Dande, na província do Bengo, em Angola, projectado para armazenar cerca de 1, 2 milhões de metros cúbicos de combustível , arrancam em breve, depois de dois anos de paralisação escreve hoje o Jornal de Angola.

A informação foi dada pelo director de engenharia e projectos da Sonangol Logística, Joaquim Kiteculo, durante a visita do ministro dos Petróleos e Recursos Minerais, Diamantino Azevedo, ao projecto criado para dotar Angola de maior capacidade de armazenagem de combustível em terra.

ANGOLA

Feira Internacional de Luanda 2019 conta com pelo menos 21 países

A 35.ª edição da Feira Internacional de Luanda (Filda), a decorrer de 9 a 13 de Julho, tem já confirmada a participação de 21 países, mais três do que em 2018, anunciou em Luanda o presidente da empresa organizadora do certame.

Bruno Albernaz, presidente da Eventos Arena, disse ao Jornal de Angola que entre os países já confirmados encontram-se Portugal, Alemanha, Indonésia, Turquia, França, Índia, China, Reino Unido, Noruega, Suécia, Suíça, Israel, Brasil, Japão, Bielorrússia, Uruguai e Itália, indo estar igualmente presente o território de Macau.

ANGOLA

Quatro plataformas logísticas dinamizam trocas comerciais

O Conselho Nacional de Carregadores (CNC) está a implantar quatro plataformas logísticas para viabilizar a mobilidade e as trocas comerciais com os países vizinhos, disse o director-geral dos serviços, Catarino Fontes Pereira (na foto), em declarações ao Jornal de Angola.

Angola é um dos países convidados para a Expo Hunan 2019

Angola é um dos países convidados para a primeira edição da Exposição Económica e Comercial China-África, a ter lugar de 26 a 28 de Junho de 2019 em Changsha, na província chinesa de Hunan, informa a agência noticiosa Angop.

A agência adiantou ter a informação sido transmitida em Pequim, durante uma reunião que o embaixador de Angola na China, João Salvador dos Santos Neto, manteve com a directora-geral adjunta dos Assuntos Africanos do Ministério dos Negócios Estrangeiro, Guo Haiyan.

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família