Início > Notícias

Egipto bloqueia «Ever Given» e exige mil milhões de dólares para libertar o porta-contentores

O navio porta-contentores ‘Ever Given’ já não encalha o importante Canal do Suez, mas o dossier que deixou o comércio global em polvorosa durante cerca de uma semana ainda não está encerrado: o Egipto, que tem a tutela da passagem marítima, decidiu que não libertará o navio do armador Evergreen até que seja paga uma indemnização que poderá ascender aos mil milhões de dólares.

NileDutch será adquirida pela Hapag-Lloyd, que pretende reforçar a sua posição em África

A transportadora marítima de contentores alemã Hapag-Lloyd assinou um contrato de compra e venda para adquirir todas as acções da empresa de transporte de contentores holandesa NileDutch Investments B.V. A aquisição marca um fortalecimento da Hapag-Lloyd no mercado africano.

Com mais de 40 anos de experiência, a NileDutch é uma referência no fornecimento serviços marítimos de contentores de e para a África Ocidental. A transportadora está presente em 85 localidades em todo o mundo e possui 16 escritórios próprios na Holanda, Bélgica, França, Singapura, China, Angola, Congo e Camarões. Conta actualmente com 10 serviços de linha, cerca de 35.000 TEU de capacidade de transporte e uma frota de contentores de cerca de 80.000 TEU, conectando a Europa, Ásia e América Latina com a África do Sul e Ocidental.

ABIDJAN, COSTA DO MARFIM

Navio patrulha «Setúbal» regista mais um porto no seu mapa de navegação

O navio patrulha oc​eânico “Setúbal”, da Marinha Portuguesa, empenhado na Iniciativa Mar Aberto, atracou em Abidjan, na Costa do Marfim.

Durante o trânsito de Cabo Verde até à Costa do Marfim, foram desenvolvidas diversas ações de treino interno, por forma a manter os padrões de prontidão da guarnição, nomeadamente em tiro de armamento portátil e de médio calibre, simulação de avarias no sistema de governo , manobras de homem ao mar e emergências médicas.

Degelo no Ártico abre oportunidade para criar nova rota comercial marítima

O Ártico perde 43,8 mil quilómetros quadrados de gelo todos os anos, uma realidade do aquecimento global que abre a possibilidade de uma nova rota marítima que revolucionaria os transportes globais, segundo especialistas ouvidos pela agência Lusa.

O degelo é irreversível, segundo o contra-almirante da Marinha Portuguesa Carlos Ventura Soares, que dirige o Instituto Hidrográfico, mas “neste momento ninguém consegue dizer quão rápido vai ser”.

Os quatro maiores gargalos do transporte marítimo mundial

O Canal de Suez não é o gargalo mais vulnerável do comércio mundial. A DW analisa os quatro estreitos que poderiam ameaçar uma forte retomada económica após a pandemia.

Transporte marítimo terá de render aviação na distribuição global das vacinas anti-COVID

O transporte de vacinas contra a COVID-19, que se tem intensificado, por todo o mundo, neste arranque de 2021, começará brevemente a contar com o auxílio do segmento do transporte marítimo, para além do crucial contributo até agora dado pelo modo aéreo. Esta complementaridade permitirá evitar congestionamentos logísticos, passíveis de provocar acumulações de vacinas em armazéns e degradar o delicado produto.

Segundo noticiou recentemente o Financial Times, a transportadora marítima de contentores líder de mercado, Maersk, espera que, até meados de 2021, a crescente distribuição das vacinas anti-COVID excederá a capacidade oferecida pela modalidade aérea, havendo brechas na oferta de espaço e capacidade que terão de ser assumidas pelo transporte marítima de mercadorias. Hristo Petkov, do grupo escandinavo, assim o prevê.

Como a Lua foi fundamental para libertar o Canal do Suez

A Lua foi um auxiliar precioso para conseguir desbloquear o Canal do Suez, esta segunda-feira. A atração gravitacional do nosso único satélite natural, que é a grande responsável pelas marés, fez com que a água no canal subisse e com que a operação de desencalhar o Ever Given fosse finalmente bem-sucedida.

Segundo o The New York Times, citado pelo Space.com, as águas subiram até 46 centímetros, empurradas ainda por um vento propício, para facilitar todas as manobras.

Canal do Suez, uma história conturbada

“O governo egípcio anuncia a estatização do Canal de Suez”. Com estas palavras sóbrias, em outubro de 1956, o presidente do Egito, Gamal Abdel Nasser, tornava pública uma decisão que causou júbilo no país, mas horror na Europa.

Antes de anunciar a decisão, Nasser esperou, durante muito tempo, por um empréstimo americano para a construção da Barragem de Assuã. A Casa Branca, no entanto, temia que o líder egípcio pudesse apoiar os soviéticos na Guerra Fria, e por isso o então presidente americano, Dwight D. Eisenhower, reteve esse dinheiro.

As baleias jubarte mudam de canções como se fossem DJs

Um novo estudo revelou que as baleias jubarte não mudam as suas canções através de um processo de aprendizagem cultural. A descoberta contradiz a hipótese de transmissão amplamente aceite que sugere que as baleias aprendem canções umas com as outras.

Nem a transmissão cultural, nem a aprendizagem social contribuem significativamente para que as baleias jubarte mudem as suas canções ao longo do tempo, afirmou Eduardo Mercado, professor de Psicologia da Universidade de Buffalo, citado pelo Futurity.

Imagens inéditas mostram como uma tartaruga lida com o ataque de tubarão

Uma equipa de investigadores capturou a primeira filmagem conhecida que mostra imagens inéditas da visão de uma tartaruga a ser atacada por um tubarão.

Uma batalha entre uma tartaruga e um tubarão parece ter um vencedor óbvio, mas imagens inéditas parecem provar o contrário.

Reunida por investigadores do Harry Butler Institute, da Murdoch University, e do Departamento de Biodiversidade, Conservação e Atrações da Austrália Ocidental (WA DBCA), a filmagem é a primeira do mundo a mostrar como se desenrola um ataque de tubarão na perspetiva de uma tartaruga.

Resolvido parte do mistério dos «navios-fantasma» que se teletransportam

Em 2019, o barco nigeriano “Princesa Janice” fez uma viagem impossível. Em vez de fazer a sua típica rota de e para plataformas petrolíferas no Golfo da Guiné, foi misteriosamente transportado milhares de quilómetros até à costa da Califórnia. Passado um tempo, as imagens de GPS mostravam a embarcação a avançar para terra e a atravessar montanhas e desertos até ao estado do Utah.

Este é apenas um das dezenas de “navios fantasma” que circulam ao largo da Califórnia, nos Estados Unidos. Sem que se soubesse como nem porquê, os barcos mexiam-se em movimentos elípticos, a uma velocidade exata de 20 nós.

Empresa portuguesa vai construir terminal petrolífero do segundo maior porto do Senegal

A portuguesa Etermar ganhou o projeto para construir o terminal de hidrocarbonetos do Porto de Bargny-Sendou no Senegal, o segundo maior porto do país. Obra deverá estar concluída no final de 2021.

Noruega vai construir o primeiro túnel de navios do mundo

A Administração Costeira norueguesa (Kystverket) vai abrir licitação este ano para a construção do Túnel do Navio Star, com 1,7 quilómetros. A obra será feita em uma parte traiçoeira da costa oeste da Noruega, onde vários navios naufragaram ao longo dos anos.

A construção terá início em 2022, com inauguração prevista para 2025 ou 2026.

Os humanos domesticam cães, já os peixes preferem camarões

Não são só os humanos que precisam de animais de companhia. Uma equipa de investigadores descobriu que uma espécie de peixe coral usa camarões para ajudar a fertilizar as suas algas. Esta é a primeira evidência de um vertebrado não humano a domesticar outra espécie.

ARMANDO TEIXEIRA CARNEIRO

Nota de Pesar

Foi com enorme pesar que recebemos a notícia da partida do Professor Armando Teixeira Carneiro que esteve sempre muito presente nas nossas iniciativas e que, nos últimos anos, nem a doença o afastou da APLOP. Um Homem à frente do seu tempo, cuja entrega, empreendedorismo e honestidade recordaremos para sempre.

À família enlutada, nesta hora de pesar, apresentamos as mais sentidas condolências.

Centro de Comunicação dos Oceanos apresenta Conselho Científico CCOCEANOS 2021

O Centro de Comunicação dos Oceanos (CCOceanos), criado pela jornalista náutica Nysse Arruda, apresentou os elementos do Conselho Científico para o ano 2021, no âmbito da série especial de Palestras CCOceanos: The Ocean Decade 2021 em parceria institucional com a UNESCO-COI (com divulgação internacional nas plataformas digitais da entidade) e com a Green Media - Agência de Comunicação - Programa de Sustentabilidade para Empresas. O CCOceanos conta com o apoio da UCCLA.

Georges Chikoti confiante em novo acordo de cooperação UE-Países ACP

O secretário-geral da OEACP, Georges Chikoti, considera que as "posições conciliatórias" alcançadas entre a União Europeia e os países de África, Caraíbas e Pacífico oferecem "boas" condições à implementação do novo acordo-quadro de cooperação entre os dois blocos.

"Os grandes temas foram vistos, há temas difíceis, mas, no essencial, chegámos a posições conciliatórias, boas, para implementar o acordo", afirmou em declarações à agência Lusa o diplomata angolano, que dirige a Organização dos Estados de África, Caraíbas e Pacífico (OEACP), com sede em Bruxelas.

Wallenius Wilhelmsen desenvolve o primeiro ro-ro movido a vento

A Wallenius Wilhelmsen desenvolve um projeto de navio movido a vento, capaz de transportar sete mil veículos a velocidade de até 12 nós a vela. Os planos prevêm a contratação de construção em meados de 2022 e conclusão a partir de 2025. O "Orcelle Wind" também poderá transportar máquinas pesadas e produtos fraccionados. A velocidade pode ser aumentada com a ajuda de um sistema de energia suplementar a bordo.

As baleias jubarte mudam de canções como se fossem DJs

Um novo estudo revelou que as baleias jubarte não mudam as suas canções através de um processo de aprendizagem cultural. A descoberta contradiz a hipótese de transmissão amplamente aceite que sugere que as baleias aprendem canções umas com as outras.

Nem a transmissão cultural, nem a aprendizagem social contribuem significativamente para que as baleias jubarte mudem as suas canções ao longo do tempo, afirmou Eduardo Mercado, professor de Psicologia da Universidade de Buffalo, citado pelo Futurity.

CABO VERDE

Primeiro Ministro testemunha arranque do funcionamento do Scanner e do sistema de Agendamento online no CPE do Mindelo

O Centro de Pequenas Encomendas do Mindelo está agora equipado com um aparelho de scanner para o serviço de desalfadegamento de pequenas encomendas.

A inauguração do novo serviço aconteceu esta segunda-feira, 15 de fevereiro, durante a visita do Primeiro-Ministro, José Ulisses Correia e Silva, ao Centro de pequenas Encomendas do Mindelo. Durante a visita o Administrador Executivo da ENAPOR, Ireneu Camacho, fez a apresentação do Serviço de Agendamento Online disponível nos Centros de Pequenas Encomendas do Mindelo e da Praia.

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Francisca Chambal

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Robledo Gioia

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Abertura do Painel I - Lídia Sequeira

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Adriano Rosamonte

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Augusto Fernando Cabi

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Madalena Neves

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Fernando Nunes da Silva

 Congresso Intercalar Portos CPLP - Rio de Janeiro – Domingos Fortes (1)

 “EXPERIÊNCIA DO PORTO DE LEIXÕES NA FORMAÇÃO PORTUÁRIA”- Matos Fernandes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP – Menção Honrosa a Lima Torres

 IV Encontro de Portos da CPLP - Sessão de encerramento - Franklim Spencer

 “GEOPOLÍTICA DO MAR” - Carlos Manuel Mendes Dias (1)

 Novo Porto do Dande - Domingos Fortes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP - Franklin Spencer

 «Há muito potencial de crescimento nas relações comerciais Portugal/Brasil» (1)

 Porto de Luanda - 1955

 III Encontro de Portos da CPLP - Adalmir José de Sousa

 III Encontro de Portos da CPLP – Apresentação da Mesa de Honra

 III Encontro de Portos da CPLP - Estudo de mercado - (13) – Debate

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família