Início > Brasil

BRASIL

Vanzin em armazém para fertilizantes e cargas gerais no Porto de Rio Grande

A Vanzin Operações Portuárias está a ampliar a sua estrutura de armazenagem para operações de granéis sólidos de importação no Porto de Rio Grande (RS). A empresa é a principal operadora no segmento de graneis de exportação e importação no porto público gaúcho.

BRASIL

Lucro líquido do segundo trimestre é o maior da história do Porto de Santos

A Santos Port Authority (SPA) encerrou o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 98,9 milhões, recorde trimestral histórico da estatal que administra o Porto de Santos. O lucro mais que dobrou em relação ao mesmo período de 2020 e cresceu 126,6%. O bom resultado foi impulsionado pelo aumento da receita e queda de custos e despesas.

A receita líquida cresceu 13,3% e atingiu R$ 295,8 milhões, favorecida pela forte movimentação de cargas, que continuou a bater seguidos recordes e registrou crescimento de 5,3%, fechando o trimestre em 41 milhões de toneladas.

BRASIL

Docas do Rio movimenta 5,7 milhões de toneladas em julho e volume supera a média do 1° semestre

A movimentação de cargas do mês de julho de 2021 da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), que administra os portos do Rio de Janeiro, Itaguaí, Niterói e Angra dos Reis, atingiu a marca de 5,7 milhões de toneladas. O resultado superou a média do primeiro semestre do ano em 11,9% e foi 38,8% maior que a movimentação de julho de 2020. No acumulado do ano, o volume movimentado ultrapassou em 29,9% os números registados no mesmo período do ano passado.

BRASIL

Rio de Janeiro tenta ressuscitar zona portuária 5 anos após Olimpíadas

Era uma manhã de sexta-feira e curiosos se revezavam para conseguir o melhor ângulo da selfie em frente à pira olímpica. Não a de Tóquio, mas a do Rio de Janeiro, acesa horas antes para homenagear os jogos no Japão, que começavam naquele dia.

Cravado na zona portuária da cidade, que foi símbolo da competição desportiva no Brasil em 2016, o monumento agora revitalizado anuncia uma tentativa de ressuscitar a região central carioca após anos de poucos investimentos e baixa ocupação.

BRASIL

COMITIVA DO PORTO DE SANTOS VISITA VTMIS DA CODESA

Uma comitiva do Porto de Santos esteve em Capuaba, visitando o Sistema de Informação e Gerenciamento do Tráfego de Embarcações (VTMIS) da CODESA.

Durante visita, a comitiva de Santos pôde entender os detalhes do funcionamento do VTMIS e o processo de implantação da tecnologia. De acordo com o coordenador Agostinho Sobral, o grupo fez balanço positivo do VTMIS. O sistema, presente no Brasil exclusivamente no Porto de Vitória desde 2017, abrange o porto, Complexo Portuário de Tubarão e Praia Mole, canais de acesso, áreas de fundeio e adjacentes.

Docas do Rio tem dois entre os dez principais portos públicos do Brasil

Os dois maiores portos administrados pela Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ) – Porto do Rio de Janeiro e Porto de Itaguaí – estão entre os dez principais portos públicos do país no primeiro semestre de 2021 e, se somadas as movimentações dos quatro portos sob sua gestão, incluindo também Niterói e Angra dos Reis, a companhia possui o segundo maior complexo portuário público, sendo a segunda maior Autoridade Portuária do Brasil em termos de volume movimentado. Os dados são do Estatístico Aquaviário da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), divulgados recentemente.

BRASIL

Porto de Cabedelo instala Estação Meteorológica

A Companhia Docas da Paraíba (Docas-PB) adquiriu e instalou a Estação Meteorológica WS104, capaz de medir e registar parâmetros meteorológicos e climáticos através de vários sensores de recolhimento de dados para o monitoramento ambiental. Entre os parâmetros que podem ser medidos estão a temperatura, humidade relativa do ar, pressão atmosférica, precipitação, velocidade e direcção do vento.

BRASIL

Flávia Takafashi é a nova directora da ANTAQ

Flávia Morais Lopes Takafashi foi oficialmente nomeada para exercer o cargo de directora da ANTAQ, com mandato até 18 de fevereiro de 2026, na vaga decorrente do término do mandato de Francisval Dias Mendes. A nomeação já foi publicada no Diário Oficial da União.

Flávia Takafashi é servidora pública federal da carreira de especialista em Regulação de Transportes Aquaviários da ANTAQ, com experiência de mais de dez anos atuando com matérias afetas ao sector portuário brasileiro. Actualmente, é diretora do Departamento de Gestão de Contratos da Secretaria Nacional de Portos e Transportes Aquaviários do Ministério da Infraestrutura.

BRASIL

Sorvetes paranaenses exportados para a Europa pelo Porto de Paranaguá

Sorvetes fabricados em Maringá, no Paraná, vão refrescar o Verão na Europa. A exportação é possível graças ao uso de contentores refrigerados, que mantêm a temperatura ideal durante toda a viagem, que dura cerca de 15 dias. O Porto de Paranaguá possui hoje a maior estrutura para este tipo de transporte, em toda a América Latina. São 3.624 tomadas disponíveis na TCP, empresa que administra a operação.

“Quase 60% de tudo o que é exportado pelos portos de Paranaguá e Antonina têm origem no próprio Estado. Além da soja e do açúcar, os paranaenses exportam muita carne, celulose, madeira e produtos industrializados”, diz o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia.

BRASIL

Porto do Itaqui cresce 32% no 1.º semestre

Com mais de 15 milhões de toneladas de cargas movimentadas neste primeiro semestre, o Porto do Itaqui cresceu 32% em relação ao mesmo período de 2020. A maior subida foi registada nas cargas de granéis líquidos, com 90% acima do que foi movimentado nos seis primeiros meses do ano passado. Se considerarmos somente as operações de entreposto, o aumento chegou a 441%. Também houve aumento na movimentação de soja (19%) e de carga geral (+ 7%). O volume registado nessa metade do ano corresponde a 80% do total planjado para o ano em granéis líquidos, 53% em granéis sólidos e 52% em carga geral.

BRASIL

Empresários apresentam Porto do Arroio do Sal ao Governo Federal

O sector portuário está prestes a ganhar um novo empreendimento. No entanto, não se trata apenas de mais um complexo marítimo para a movimentação das cargas, que passam pelo País. Na verdade, estamos falando de um projeto bicentenário, que está em discussão desde 1826.

Isso mesmo, após muitos conflitos de cunho político, vai sair do papel o Porto onshore de Arroio do Sal, concebido para atender as demandas da região norte do Rio Grande do Sul, especialmente Porto Alegre, Caxias do Sul e Serra Gaúcha, além do agronegócio.
Atualmente, o estado conta apenas com o Porto de Rio Grande. Com investimentos que devem chegar a R$ 5 bilhões e movimentação anual de 50 milhões de toneladas , ele será 100% privado e deverá entrar em operação em cerca de três anos.

BRASIL

Portos do Paraná avança com processo de gestão de riscos

A Portos do Paraná, empresa pública que administra os portos de Paranaguá e Antonina, implantou neste mês o processo da Gestão de Riscos. O objetivo é estabelecer princípios, diretrizes e responsabilidades, que auxiliem a tomada de decisão e permitam que a administração se antecipe a potenciais ameaças.

“É uma estratégia que envolve planeamento, governança e compliance. A intenção é estimular na empresa um comportamento dinâmico, para respondermos com rapidez aos eventos, incertezas e mudanças de cenário. Tudo isso está ligado ao processo de monitoramento e nossas metas institucionais”, explica o diretor-presidente, Luiz Fernando Garcia.

BRASIL

Pelo menos 33% da soja exportada já sai pelos portos do arco norte

Os portos brasileiros do chamado arco norte movimentaram 33% das exportações de soja no primeiro semestre deste ano. Foram 19,2 milhões de toneladas dos 57,7 milhões que saíram do país.

A saída de grãos pelos portos das regiões Norte e Nordeste reduz custos de frete e eleva os ganhos no sector. Com os preços dos grãos elevados, esse ganho não é tão sensível no momento, o que deverá ocorrer quando houver uma redução interna e externa dos valores das commodities.

BRASIL

Governo do Estado do Rio de Janeiro vai criar autoridade marítima fluminense

Para debater ações de desenvolvimento socioeconômico do litoral fluminense, integrantes do Cluster Tecnológico Naval do estado do Rio reuniram-se com o governador Cláudio Castro, no Palácio Guanabara. O grupo sugeriu a criação da “autoridade marítima”, no âmbito do governo, com a missão de articular ações para fomentar a chamada “economia do mar”. O governador deu 15 dias para o Cluster formatar a ideia em conjunto com a secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico e apresentar as propostas de ação do novo órgão.

Portos da Docas do Rio recebem visita de novo conselheiro

Desde junho ocupando uma cadeira do Conselho de Administração (CONSAD) da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), Carlos Roberto Fortner visitou os portos do Rio de Janeiro, Itaguaí e Niterói. O objectivo foi conhecer a infraestrutura portuária, as instalações dos terminais arrendados e entender melhor a dinâmica da empresa.

BRASIL

Portos do Paraná tiveram melhor semestre da história, em movimentação

Os portos do Paraná alcançaram o melhor semestre da história, com 29.081.691 toneladas de cargas movimentadas. O volume de produtos importados e exportados entre janeiro e junho de 2021 foi 3% maior que o registado no mesmo período de 2020, que era recorde histórico até então, com 28.177.335 toneladas nos primeiros seis meses.

BRASIL

Comitiva do Porto do Rio de Janeiro visita Centro Operacional da Praticagem

Uma equipa da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), que actua no Acesso Aquaviário do Porto do Rio de Janeiro, visitou o Centro de Controle Operacional (CCO) da Atalaia da Praticagem RJ. O objectivo foi conhecer o novo simulador full mission, em vias de ser empregado no treinamento dos práticos, e discutir algumas questões no âmbito do Grupo de Trabalho (GT) que estuda melhorias na Acessibilidade Aquaviária do porto.

BRASIL

Docas do Rio tem o melhor 1.º semestre dos últimos 5 anos

Com 30,6 milhões de toneladas movimentadas nos portos, o 1.º semestre de 2021 representa um crescimento de 28,5% em relação ao mesmo período do ano passado

Os portos do Rio de Janeiro, Itaguaí, Niterói e Angra dos Reis , administrados pela Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), movimentaram, juntos, um total de 30,6 milhões de toneladas de cargas, ao longo do 1.º semestre de 2021. De acordo com a análise divulgada pela Autoridade Portuária, trata-se do melhor resultado dos últimos cinco anos.

BRASIL

Movimentação de cargas nos portos privados cresce quase 10% entre janeiro e abril

Os TUPs (Terminais de Uso Privado) movimentaram 249,7 milhões de toneladas de cargas nos primeiros quatro meses de 2021, o que representa crescimento de 9,9% em relação ao mesmo período do ano anterior. A movimentação total — portos públicos e privados — foi de 380,4 milhões de toneladas no período, com incremento de 9,73%.

O presidente da ATP Associação de Terminais Portuários Privados), Murillo Barbosa aponta que os TUPs foram responsáveis por 65,62% da movimentação total de cargas no quadrimestre e destaca a intensa contribuição dos TUPs para a economia nacional, desde o início da pandemia de Covid-19 no país.

BRASIL

Porto de Imbituba regista melhor 1º semestre dos últimos 10 anos

De janeiro a junho de 2021, o Porto de Imbituba registou seu melhor resultado operacional da série histórica do 1º semestre dos últimos 10 anos. Com 2,9 milhões de toneladas movimentadas, o volume de cargas transportadas alcançou um crescimento de 11,5% em relação ao mesmo período do ano passado. O número de atracações também registrou alta de 33,3%, com 128 navios atendidos nos três cais do Porto.

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Francisca Chambal

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Robledo Gioia

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Abertura do Painel I - Lídia Sequeira

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Adriano Rosamonte

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Augusto Fernando Cabi

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Madalena Neves

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Fernando Nunes da Silva

 Congresso Intercalar Portos CPLP - Rio de Janeiro – Domingos Fortes (1)

 “EXPERIÊNCIA DO PORTO DE LEIXÕES NA FORMAÇÃO PORTUÁRIA”- Matos Fernandes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP – Menção Honrosa a Lima Torres

 IV Encontro de Portos da CPLP - Sessão de encerramento - Franklim Spencer

 “GEOPOLÍTICA DO MAR” - Carlos Manuel Mendes Dias (1)

 Novo Porto do Dande - Domingos Fortes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP - Franklin Spencer

 «Há muito potencial de crescimento nas relações comerciais Portugal/Brasil» (1)

 Porto de Luanda - 1955

 III Encontro de Portos da CPLP - Adalmir José de Sousa

 III Encontro de Portos da CPLP – Apresentação da Mesa de Honra

 III Encontro de Portos da CPLP - Estudo de mercado - (13) – Debate

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)