Início > MACAU - CHINA

EM 2020

Exportações de Macau para países lusófonos sobem em flecha

Macau exportou mercadoria no valor de 12,3 milhões de patacas (US$1,54 milhões) para os Países de Língua Portuguesa EM 2020, nove vezes mais do que em 2019.

Segundo dados oficiais divulgados pela Direcção dos Serviços de Estatística e Censos de Macau, a esmagadora maioria (mais de 11,75 milhões de patacas) correspondeu à exportação de produtos ‘Made in Macau’, sendo produtos químicos orgânicos responsável por 11 milhões de patacas.

Valor de mercadorias importadas por países lusófonos a Macau sobe 867,4% em 2020

O valor de mercadorias importadas pelos países lusófonos a Macau subiu 867% em 2020, em relação a 2019, mas o das exportações caiu 17,3%.
Os dados da Direção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC) indicaram importações de mercadorias no valor de 12 milhões de patacas (1,24 milhões de euros) e exportações num montante de 698 milhões de patacas (72,27 milhões de euros).

ANTÓNIO COSTA

Acordo de investimentos com a China é «do interesse dos europeus»

O Primeiro Ministro português, António Costa, defendeu que o acordo de princípio sobre investimentos alcançado entre a União Europeia (UE) e a China é "do interesse dos europeus" e deve ser "aprovado o mais rapidamente possível".

Economias chinesa e portuguesa fortemente complementares, diz diplomata

A forte complementaridade entre as economias da China e Portugal pode gerar novas perspectivas de cooperação, diz Xu Zhida, Encarregado de Negócios da Embaixada da República Popular da China em Lisboa.

DE JANEIRO A NOVEMBRO 2020

Países lusófonos exportaram menos 19,7% para Macau

Os países lusófonos exportaram menos 19,7%, para Macau nos primeiros 11 meses do ano, em relação a igual período de 2019, anunciou a Direção de Serviços de Estatísticas e Censos (DSEC).

Por outro lado, os países de língua portuguesa, entre janeiro e novembro, importaram da região administrativa especial chinesa produtos no valor de 11 milhões de patacas (1,1 milhões de euros), o que representa um aumento de 765,3%.

China abre portas para investimentos europeus no sector marítimo

A União Europeia chegou a um acordo com a China com o objectivo de criar oportunidades de investimento para empresas europeias e facilitar a abertura do mercado chinês. Assim, o país asiático abre mais portas à entrada de empresas europeias, o que terá um impacto directo no sector marítimo-portuário, bem como no transporte aéreo ou automóvel.

15 DE JANEIRO

Fórum «Belt and Road Trade and Investment» na China

A segunda edição do Fórum “Belt and Road Trade and Investment”, organizado pelo China Council for the Promotion of International Trade (CCPIT) e a China Chamber of International Commerce (CCOIC), este ano dedicado ao tema “Strenghening Openness and Cooperation to Weather the Trying Times”, decorre no dia 15 de janeiro.

Este certame é realizado com recurso a plataformas online, conta com a discussão de tópicos como o desenvolvimento da economia digital e a transição para uma economia sustentável, e inclui uma sessão de matchmaking B2B bem como uma sessão livestreaming de vendas, que se constitui como uma oportunidade para o estabelecimento de contatos e parcerias locais.

Exportações de Macau para países lusófonos disparam

Macau exportou mercadoria no valor de 10,5 milhões de patacas (US$1,3 milhões) para os Países de Língua Portuguesa nos primeiros 10 meses deste ano, oito vezes mais do que em igual período do ano passado.

Segundo dados oficiais divulgados pela Direcção dos Serviços de Estatística e Censos de Macau, a esmagadora maioria (mais de 10,2 milhões de patacas) correspondeu à exportação de produtos ‘Made in Macau’.

Página electrónica da Academia Fiscal de Macau no Quadro da Iniciativa «Faixa e Rota»

Em 2019, na qualidade de membro do Conselho Directivo, a Região Administrativa Especial de Macau celebrou, em Wuzhen da Província de Zhejiang, o «Memorando de entendimento para o mecanismo de cooperação sobre administração fiscal, no âmbito da iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota”», participando nos trabalhos relativos ao «Mecanismo de cooperação sobre administração fiscal, no âmbito da iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota”».

Macau pode ajudar a estimular exportações lusas para a China, diz Embaixador português

O Embaixador de Portugal em Pequim, José Augusto Duarte, espera que mais empresas aproveitem as vantagens de Macau para introduzir um maior número de produtos portugueses e de maior qualidade na China Interior.

Segundo o diplomata, Macau, como uma plataforma entre a China e os Países de Língua Portuguesa, pode ajudar a reforçar os laços económicos, comerciais e turísticos entre a China e Portugal.

Fórum de Macau instala Pavilhão em Qingdao de Shandong, divulgando os Países de Língua Portuguesa e a Plataforma de Macau

Com vista a impulsionar os municípios e as províncias do Interior da China a aproveitarem a Plataforma de Macau na sua cooperação económica e comercial com os países lusófonos do Fórum de Macau, o Secretariado Permanente do Fórum de Macau instalou, entre 12 e 14 de Novembro, na “Semana Dinâmica de Macau – Qingdao, Shandong”, o Pavilhão dos Países de Língua Portuguesa no sentido de divulgá-los e o Papel de Macau como a Plataforma entre a China e os PLP.

Universidade de Coimbra assina acordo com Câmara Portugal-China PME

A Universidade de Coimbra (UC) anunciou ter assinado um protocolo de cooperação com a Câmara de Comércio Portugal-China Pequenas e Médias Empresas (CCPC-PME).

Num comunicado, o Vice-Reitor para as Relações Externas e Alumni da UC, João Nuno Calvão da Silva, disse que o acordo visa promover a cooperação em domínios como a medicina tradicional chinesa.

NOVAS ROTAS DA SEDA

Novas oportunidades para empresas portuguesas na China

João Marques da Cruz, presidente da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Chinesa (CCILC), em entrevista ao Dinheiro Vivo.

Corredor China-Paquistão é essencial na estratégia de cooperação da Belt & Road, diz Xi Jinping

O presidente da China, Xi Jinping, declarou que o Corredor Económico China-Paquistão, integrado no contexto da Belt and Road Initiative, é de grande importância para promover o desenvolvimento em profundidade da parceria de cooperação estratégica entre os dois países. Para Xi Jinping, este traçado será crucial para forjar um «futuro partilhado» e de maior proximidade entre as duas nações.

Plataforma de comércio electrónico da China inaugura pavilhão virtual dedicado a Portugal

O gigante chinês do comércio eletrónico JD.com inaugurou um pavilhão virtual dedicado à venda de produtos portugueses, consumando um acordo assinado em 2018 com a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP).
Numa primeira fase, o portal vai focar-se nos vinhos, mas o projeto está aberto a diferentes setores, incluindo o agroalimentar, explicou à agência Lusa o presidente da AICEP, Luís Castro Henriques.

CHINA

Fujian sugere a Macau parque industrial lusófono

 O Governador da província de Fujian, Wang Ning, sugeriu a construção de um parque industrial que possa potenciar de forma plena as vantagens de Macau como uma plataforma de cooperação económica e comercial com os Países de Língua Portuguesa.

Embaixador diz que relação entre Portugal e China vai além de Macau

O embaixador de Portugal em Pequim, José Augusto Duarte, considera que a relação bilateral entre Portugal e a China vai além de Macau e que os empresários portugueses não devem ficar na sombra dos antepassados.

“O papel de Macau tem uma ligação incontornável na relação com a China. É um caso de estudo daquilo que deve ser o diálogo entre as nações”, disse o embaixador, numa videoconferência organizada pela Câmara de Comércio e Indústria Luso-Chinesa (CCILC), lembrando que “a relação com a China é mais vasta do que Macau e não pode ser um livro de nostalgia”.

Países lusófonos exportaram menos 21% para Macau no primeiro semestre

Os países lusófonos exportaram menos 21% para Macau no primeiro semestre, em relação a igual período de 2019, informa a Direção de Serviços de Estatísticas e Censos (DSEC).

Os países lusófonos exportaram para o antigo território administrado por Portugal mercadorias no valor de 341 milhões de patacas (36 milhões de euros), indicou a DSEC em comunicado. Por outro lado, os países lusófonos importaram produtos no valor de apenas 9 milhões de Patacas (961 mil euros), um aumento de 793,6%, indicaram as autoridades de Macau.

China mantém-se como principal destino das exportações brasileiras

A China vai continuar, e “mais do que nunca”, a ser o principal destino para as exportações brasileiras, vaticina José Augusto de Castro, Presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB).

Segundo uma nova previsão elaborada pela AEB para a balança comercial brasileira em 2020, as exportações brasileiras devem fixar-se em US$192,7 mil milhões, com 35 por cento direccionadas para a China, referiu a Agência Brasil.

Comércio entre países lusófonos e a China cai 12% nos primeiros cinco meses do ano

Os países lusófonos e a China registaram trocas comerciais de 51,8 mil milhões de dólares (45,7 mil milhões de euros) nos primeiros cinco meses do ano, um decréscimo homólogo de 12%.

As exportações para Pequim representaram 37 mil milhões de dólares (32,6 mil milhões de euros), mais do dobro daquele registado com a importação de produtos chineses, de acordo com dados oficiais publicados no portal do Fórum Macau, com base nas estatísticas dos Serviços de Alfândega chineses.

O Brasil continua a ser de longe o país lusófono com o maior volume de trocas comerciais com a China, garantindo mais de 80% dos bens transacionados, seguindo-se Angola, Portugal, Moçambique, Timor-Leste, Cabo Verde, Guiné Bissau e São Tomé e Príncipe.
 

 Vídeo

Sobrevoando a Restinga e a cidade do Lobito (Angola)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Francisca Chambal

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Robledo Gioia

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Sandra Augusto

 VI CONGRESSO DA APLOP - Abertura do Painel I - Lídia Sequeira

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Adriano Rosamonte

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Augusto Fernando Cabi

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Madalena Neves

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Fernando Nunes da Silva

 Congresso Intercalar Portos CPLP - Rio de Janeiro – Domingos Fortes (1)

 “EXPERIÊNCIA DO PORTO DE LEIXÕES NA FORMAÇÃO PORTUÁRIA”- Matos Fernandes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP – Menção Honrosa a Lima Torres

 IV Encontro de Portos da CPLP - Sessão de encerramento - Franklim Spencer

 “GEOPOLÍTICA DO MAR” - Carlos Manuel Mendes Dias (1)

 Novo Porto do Dande - Domingos Fortes (1)

 IV Encontro de Portos da CPLP - Franklin Spencer

 «Há muito potencial de crescimento nas relações comerciais Portugal/Brasil» (1)

 Porto de Luanda - 1955

 III Encontro de Portos da CPLP - Adalmir José de Sousa

 III Encontro de Portos da CPLP – Apresentação da Mesa de Honra

 III Encontro de Portos da CPLP - Estudo de mercado - (13) – Debate

 Constituição da APLOP

Constituição da APLOP

Foto de família