Início

Transportes em Angola com serviços mínimos e burocracia simplificada nos portos


O Ministério dos Transportes de Angola fixou serviços mínimos para passageiros e cargas durante o estado de emergência declarado para combater a pandemia de covid-19 e simplificou as regras alfandegárias para descarga de mercadorias nos portos.

BRASIL

CODEBA tem nova Diretora de Gestão Comercial e Desenvolvimento


O Conselho de Administração (CDA) da CODEBA - Companhia das Docas do Estado da Bahia - empossou Ana Paula Leal Aguiar Calhau como Diretora de Gestão Comercial e Desenvolvimento da Companhia. A assinatura de posse aconteceu durante a 533ª reunião extraordinária do Conselho.

Ana Paula Calhau é advogada, Bacharel em Direito pela Universidade Santa Úrsula - Rio de Janeiro, pós-graduada em direito Constitucional, pela Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL) e pós-graduada em regulação dos serviços públicos, pela Fundação Getúlio Vagas (FGV).

Parcerias estratégicas da China impulsionam iniciativa Faixa e Rota


As parcerias estratégicas que a China tem firmado nas últimas décadas, nomeadamente com a maioria dos países de língua portuguesa, são um factor de impulso da iniciativa Faixa e Rota (FR), segundo os investigadores Yichao Li e Mário Barbosa Vicente.

Em artigo no recém-publicado livro “Iniciativa Faixa e Rota: Um antigo arquétipo de um novo modelo de desenvolvimento”, os investigadores referem que, dos nove países de língua oficial portuguesa, cinco têm simultaneamente parcerias estratégicas com a China e documentos de cooperação relacionados a FR – Portugal, Moçambique, Timor-Leste, Angola e Guiné Equatorial.

COM VÍDEO

Simulação mostra como seria a Terra se os oceanos fossem drenados


Num remake de um vídeo da NASA de 2008, o cientista James O’Donoghue mostra como seria a Terra se toda a água do planeta fosse drenada, revelando os três quintos escondidos da superfície.

À medida que os oceanos perdem água lentamente, os primeiros pedaços de terra oculta que emergem são as plataformas continentais — as margens submarinas de cada continente.

BRASIL

Porto do Rio de Janeiro ganha moderna sinalização náutica no seu principal canal de acesso


As três bóias articuladas semissubmersíveis (BAS) da nova sinalização náutica do Canal de Cotunduba, principal acesso aquaviário ao Porto do Rio de Janeiro para navios de grande porte, já se encontram. As informações foram divulgadas pela Companhia Docas do Rio de Janeiro, que desenvolveu o projeto ao longo dos últimos meses em parceria com a Marinha do Brasil (MB), a Praticagem e as empresas arrendatárias dos terminais de contêineres do porto.

UNCTAD

Transporte marítimo é crucial na batalha contra a Covid-19


Enquanto o mundo luta contra a pandemia de coronavírus, o setor de transporte marítimo global está desempenhando um papel crítico na resposta ao vírus, de acordo com a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (Unctad).

A Câmara Internacional de Transporte Marítimo (ICS) enviou uma carta a todos os governos para manter o comércio marítimo em movimento e a Unctad assinala a alta importância disso na luta contra o Covid-19.

BRASIL

Porto de Santos procura manter o funcionamento sem prejuízo da economia


José Roque acredita que a pandemia vai impactar nas operações portuárias e na distribuição de mercadorias. “O porto vai continuar trabalhando. Mas, com essa pandemia em nível mundial, sempre há impacto nos negócios na área de comércio exterior. O governo ficou de editar uma medida provisória para ajudar os trabalhadores avulsos, caminhoneiros e autônomos.”

ANGOLA

CFB aumenta número de comboios entre Lobito e Luau


O Caminho de Ferro de Benguela aumentou a frequência de comboios dos actuais dois para cinco entre a cidade do Lobito e o Luau, na província do Moxico.

Segundo o director-geral do Instituto Nacional dos Caminhos-de-Ferro de Angola, Ottoniel Manuel, a medida visa acabar com as enchentes e melhorar as condições dos passageiros.

SEGUNDO A ONU

Pandemia Covid-19 mostra importância de zona de comércio livre africana


A pandemia de Covid-19 mostra a importância da implementação da Zona de Livre Comércio Continental Africana (AfCFTA), que conta com adesão dos países de língua portuguesa, segundo a Comissão Económica da ONU para África (UNECA).

Na mais recente avaliação ao impacto da pandemia de Covid-19 no continente africano, a UNECA defende que a AfCFTA, com início previsto para Julho deste ano, deve manter o seu ímpeto, como um mecanismo para construir a capacidade de resistência a longo prazo e gestão da volatilidade.

Pandemia reduz volumes de comércio em portos globais


O choque mais repentino e de maior impacto para a economia global em pelo menos uma geração está a ser sentido em portos e outros centros de comércio internacional, com a batalha da Europa e Estados Unidos para conter a pandemia de coronavírus.

Nem crises modernas como a Grande Recessão, os ataques de 11 de setembro e a crise do petróleo de 1973 limitaram os fluxos comerciais com a rapidez e a força do covid-19.

EM FEVEREIRO

Porto de Itajaí regista crescimento de 22% na movimentação de contentores


O Relatório de Estatísticas de fevereiro de 2020, divulgado pela Superintendência do Porto de Itajaí, aponta crescimento de 22% na movimentação de contêineres nos recintos do berço público e da APM Terminals. Foram movimentados 44.188 TEUs (unidade correspondente a um contêiner de 20 pés), contra 36.147TEU’s no mesmo período do ano anterior.

Não há contentores suficientes para o comércio global continuar a fluir


A falta de contentores, que levou à acumulação de muitos produtos nos portos, pode ficar muito pior com as maiores precauções da China contra o coronavírus em relação aos navios que chegam.

BRASIL

CBPCE adia o 10.º Encontro de Negócios em Língua Portuguesa para o segundo semestre


A Câmara Brasil Portugal no Ceará (CBPCE) comunica que o 10.º Encontro de Negócios em Língua Portuguesa foi adiado para uma nova data no segundo semestre de 2020.

A decisão foi tomada em decorrência da decretação de pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) por parte da Organização Mundial da Saúde (OMS) e em atendimento às recomendações das autoridades da saúde do Brasil.

ENAPOR, CABO VERDE

Cancelamento do Procedimento de Concurso Público Internacional de Construção e Exploração dos Centros Logísticos de Mercadoria


Serve a presente para notificar a todos aqueles que manifestaram interesse no procedimento de licitação em epigrafe que, por razões ponderosas que se prendem, fundamentalmente, com os efeitos que já se começam a fazer sentir na economia mundial produzidos pela epidemia do Novo Coronavírus - Covid-19, associado ao grau de incerteza no seu controlo e estagnação a curto/médio prazo, tendo já sido declarado pela Organização Mundial da Saúde - OMS como pandemia, o Conselho da Administração da ENAPOR, enquanto entidade adjudicante, deliberou no sentido de cancelar o procedimento do concurso público internacional para construção e exploração dos Centros de Logística de Mercadorias, publicado no site da empresa em 27 de Dezembro de 2019.

QUANDO O AZAR VIRA ATRACÇÃO TURÍSTICA

Lanai, Havai, EUA


Conhecida como ideal para relaxar, pelas suas praias e tranquilidade, a menor ilha habitada do Havai é um ótimo destino para viajantes que procuram umas férias isoladas. Lar de dezenas de naufrágios ao longo das suas margens, a praia de Kaiolohia (naufrágio) de 9,5 km fica a cerca de 45 minutos de carro da cidade de Lanai.

Apesar da praia não ser ideal para nadar, pois há fortes correntes e o fundo do oceano é muito rochoso, os visitantes visitam-na para admirar um dos naufrágios mais populares da ilha, o imponente YOGN-42, um navio-tanque da Segunda Guerra Mundial que fica a apenas 200 metros da costa norte da ilha.

Estaleiro naval de Angola associa-se a parceiros da China para construir embarcações de pesca


A Sociedade de Pescas do Cuanza Sul (Sopesul) pretende aumentar a construção de barcos de pesca semi-industrial de cerco e de arrasto em madeira, para minimizar os custos associados à importação, contando para o efeito com parceiros da China, revelou o proprietário, em declarações ao Jornal de Angola.

LIVRO DE 1928

CAMINHO DE FERRO DE BENGUELA - LOBITO - A mais curta estrada para a África Central


Livro de apresentação do CFB (Caminho de Ferro de Benguela) e do território que o mesmo percorre, nomeadamente desde o Lobito à fronteira zâmbiana. Com realce para as condições técnicas e de equipamentos da altura e da importância económica para a zona de África que o mesmo servia. Com extraordinárias fotografias e bonitas ilustrações.

Uma raridade com mais de cem anos.

SUGESTÃO DE LEITURA

A Redondeza da Terra e Outras Histórias da Ciência e da Cartografia


Este livro, baseado na série Histórias da Ciência divulgada no PÚBLICO em 2018, procura despertar o interesse de toda a gente para aspectos da história da ciência normalmente ausentes da literatura especializada. Uma característica partilhada pela maioria dos episódios aqui contados é referirem-se a actividades praticadas por pessoas anónimas ou pouco conhecidas, por vezes até iletradas, em áreas tão diversas como a navegação, a cartografia, a medicina e a história natural.

FAFE, PORTUGAL

Museu das Migrações e das Comunidades


O Museu das Migrações e das Comunidades foi criado em 12 de Julho de 2001 por deliberação da Câmara Municipal de Fafe, como plataforma virtual, com a designação de Museu da Emigração e das Comunidades. Inscreve as suas finalidades na perspectiva do conhecimento dos movimentos migratórios e, em especial, da emigração portuguesa, detendo-se particularmente na emigração para o Brasil do século XIX e na emigração para os países europeus da segunda metade do século XX.

SUGESTÃO DE LEITURA

Monstros marinhos, ou a história ignorada dos Descobrimentos


Eram marinheiros, missionários, exploradores ao serviço da coroa portuguesa, mas os "monstros marinhos" e prodígios da natureza que viram no Atlântico e no Novo Mundo marcaram-nos. Muitos deles foram os primeiros a descrever animais e plantas que só muito mais tarde viriam a ser "descobertos" pelos naturalistas de Oitocentos. Mas esses relatos, do século XV ao XVIII, escritos na maioria em português e em muitos casos nunca publicados, quase não chegaram ao conhecimento dos intelectuais europeus da época. E assim permaneceram até hoje.

É essa proto-história das ciências naturalistas em português que a bióloga e historiadora Cristina Brito está a redescobrir, em relatos antigos de monstros marinhos, sereias, manatins e outros prodígios, que foi desencantar nos arquivos e quer dar a conhecer ao público e aos outros investigadores.

PÁGINAS DA HISTÓRIA

O «homo viator» e a dimensão simbólica da viagem


Segundo Paulo Lopes, mestre em História Medieval, “o universo que envolve os livros de viagens medievais dá bem a ver como o homem medievo é essencialmente um homo viator. Um homem cujo imaginário é ao longo dos séculos cada vez mais preenchido pela dimensão simbólica da viagem e dos espaços longínquos a ela associados. Um homem que anda sempre e vê sempre, seja pelos caminhos físicos do espaço que percorre, seja pelos caminhos iniciáticos que conduzem à salvação da sua alma.”
 

VIAJANDO PELA HISTÓRIA

O Medo do Mar


Para o homem europeu, o oceano era um lugar perturbador, onde o reino da água excluía a vida humana. O homem podia percorrer os rios, navegar nos mares interiores, mas quando as águas se estendiam a perder de vista, até distâncias completamente desconhecidas, como o caso do oceano Atlântico, então o mar transformava-se no reino de todos os monstros.

 Vídeo

Porto de Lisboa – 6-7 Dezembro 2012

 “INTEGRAÇÃO DOS PORTOS DE TRANSHIPMENT NA AMÉRICA, ÁFRICA, EUROPA e ÁSIA” - Adalmir José de Sousa (4)

 VIII Congresso da APLOP | Maputo, Março 2015 #1

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #8

 IX Congresso da APLOP | Itajaí, Abril 2016 #1

 Estudo de Mercado do Espaço Aplop, Versão 2.0 [1]

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (4)

 VII Congresso da APLOP - Lobito - Cerimónia de abertura (3)

 VII Congresso da APLOP - Lobito – José Luís Cacho

 Futuro Terminal de Cruzeiros do Rio de Janeiro

 Mindelo e São Vicente com muita morabeza

 Operação Urbana Porto Maravilha - Simulação 3D do Sistema Viário

 Operação Urbana Porto Maravilha - Metodologia Construtiva

 VI CONGRESSO DA APLOP - Painel I – Lisender Borges (1)

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Francisco Venâncio

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Jorge Luiz de Mello

 VI CONGRESSO DA APLOP - Cerimónia de Abertura - Marta Mapilele

 Porto de Luanda - 1955

 Constituição da APLOP - 13.05.2011 - Primeiros momentos

 Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Constituição da APLOP - João Carvalho (IPTM) e José Luís Cacho (APP)

Newsletter: Subscrever | Newsletter: Cancelar | Política de Privacidade e Termos de Utilização